Acorda Cidade - Dilton Coutinho

06 de Junho de 2020
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Eleições

Todas as notícias
Publicado em 22/04/2020 21h14.

TSE suspende cancelamento de 2,5 milhões de títulos eleitorais

Eleitores sem cadastro biométrico poderão votar em outubro
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
TSE suspende cancelamento de 2,5 milhões de títulos eleitorais
Foto: Ney Silva/Acorda Cidade

Acorda Cidade

Agência Brasil - O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu nesta quarta-feira (22) suspender o cancelamento de 2,5 milhões de títulos de eleitores que não compareceram ao processo de revisão biométrica. A suspensão ocorreu devido ao período de isolamento provocado pela pandemia do novo coronavírus. Com a medida, os eleitores estarão aptos a votar nas eleições de outubro.

Segundo o TSE, a suspensão do cancelamento ocorreu em 11 estados. Os eleitores que estavam com pendências no documento deverão resolvê-las após as eleições.

O primeiro turno será realizado no dia 4 de outubro. Cerca de 146 milhões de eleitores estarão aptos a votar para eleger prefeitos, vice-prefeitos e vereadores nos 5.568 municípios do país. 

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

TSE autoriza convenções partidárias virtuais para eleição deste ano
Eleições

TSE autoriza convenções partidárias virtuais para eleição deste ano

Partidos terão liberdade de estabelecer regras e procedimentos

Mais de R$ 2 bilhões do Fundo Eleitoral já estão com o TSE
Eleições 2020

Mais de R$ 2 bilhões do Fundo Eleitoral já estão com o TSE

Recurso é para ser usado pelos partidos nas eleições deste ano.

Ministério Público defende que eleição não seja adiada por pandemia
Eleições

Ministério Público defende que eleição não seja adiada por pandemia

Vice-procurador-geral eleitoral enviou hoje parecer ao TSE

Vídeo

Coletiva sobre ações da prefeitura para preservação do meio ambiente Veja mais Vídeos ›

Facebook

Instagram