Acorda Cidade - Dilton Coutinho

26 de Maio de 2020
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Mundo

Todas as notícias
Publicado em 09/04/2020 14h03.

Distância de 1,5 metro é pequena para conter contágio, alerta estudo

Para os pesquisadores, espaço deve ser de pelo menos 4 metros
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Distância de 1,5 metro é pequena para conter contágio, alerta estudo
Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Acorda Cidade

RTP* - Lisboa - Um estudo divulgado hoje (9) alerta que a distância social de 1,5 metro, recomendada pelas autoridades de saúde, é insuficiente para impedir o contágio por covid-19 e que essa distância deve ser de pelo menos quatro metros.

Os valores sugeridos no estudo, feito por pesquisadores e engenheiros especializados em dinâmica de fluidos, das universidades de Leuven, na Bélgica, e Eindhoven, na Holanda, baseiam-se em simulações de como as partículas de saliva se soltam quando as pessoas estão paradas, caminhando, correrendo ou andando de bicicleta.

"Se alguém transpira, tosse ou espirra enquanto caminha, corre ou anda de bicicleta, a maioria das micropartículas permanece numa corrente de ar atrás dessa pessoa, o que faz com que outra que venha atrás se mova em meio a essa nuvem de micropartículas", explica Bert Blocken, professor de engenharia civil nas duas universidades.

O estudo constatou que a distância recomendada de 1,5 metro é "muito eficaz" para aqueles que ficam em ambientes fechados ou ao ar livre com bom tempo, mas que é insuficiente para situações em que as pessoas caminham ou praticam esporte.

Segundo os autores do estudo, o risco é maior quando uma pessoa está atrás da outra e é reduzido se estiver andando ou correndo lado a lado ou em formação diagonal.

Ainda assim, os especialistas aconselham que, diante dos cálculos realizados, seja mantida uma distância de 4 ou 5 metros ao andar atrás de outra pessoa, 10 metros ao correr ou andar de bicicleta devagar e de pelo menos 20 metros ao andar rápido.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia de covid-19, já infectou mais de 1,5 milhão de pessoas em todo o mundo, das quais morreram quase 89 mil.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar situação de pandemia.

*Emissora pública de televisão de Portugal

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Mundo

EUA proíbem entrada de viajantes que passaram pelo Brasil

Medida entra em vigor no dia 29 de maio.

Mundo

Maioria da população não tem anticorpos contra covid-19

A declaração é do diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom

Papa reza pelos que cuidam da limpeza de ruas e hospitais
Mundo

Papa reza pelos que cuidam da limpeza de ruas e hospitais

Itália volta a celebrar nesta segunda-feira missa com fiéis presentes

Vídeo

Auxílio emergencial: filas tranquilas em agências da Caixa neste feriado antecipado de São João Veja mais Vídeos ›

Facebook

Instagram