Acorda Cidade - Dilton Coutinho

13 de Agosto de 2020
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Viagens

Todas as notícias
Publicado em 08/04/2020 10h37.

Seguro de cancelamento de viagem: o que cobre e como acionar?

Existem dois tipos de seguro de cancelamento de viagem: o básico e o adicional.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Seguro de cancelamento de viagem: o que cobre e como acionar?
Foto : Divulgação

Acorda Cidade

Com a pandemia mundial do novo coronavírus, os voos domésticos e internacionais sofreram imensas alterações. Hotéis em todo o país fecharam, agências cancelaram pacotes de passeios e países barraram a entrada em suas fronteiras – tudo isso para ajudar a conter o aumento de casos da doença.

Em períodos comuns, trocas de voos e cancelamentos não costumam ser gratuitos. Na situação atual, as companhias aéreas estão flexibilizando suas políticas de adiamento e cancelamento, mas, mesmo com essas medidas, muitos viajantes se sentiram lesados por não conseguirem estorno ou a remarcação de serviços contratados previamente.

É nesse e em outros momentos de imprevistos e adversidades que o seguro de cancelamento de viagem entra para amparar quem iria viajar e garantir que ele não saia prejudicado. Esse serviço faz parte do pacote de seguro-viagem, mas não está necessariamente incluso em todos eles. É necessário verificar se a empresa que está disponibilizando-o oferece essa condição e solicitá-la.

Existem dois tipos de seguro de cancelamento de viagem: o básico e o adicional. A opção básica, que está inclusa na maioria dos seguros, conta com uma cobertura que ampara apenas situações extremas, como ferimentos e doenças graves ou a morte do segurado e de parentes próximos. Além disso, o valor do reembolso é limitado, podendo cobrir apenas uma parte das despesas, muitas vezes deixando de fora taxas e multas.

No caso da opção adicional, a cobertura abrange valores muito maiores, arcando com a grande maioria das despesas do cancelamento. Esse também pode ser acionado por uma maior variedade de motivos. Mas é importante lembrar que a lista de incidentes que o seguro admite pode mudar de empresa para empresa. Geralmente, são os seguintes.

-Morte de familiar de até terceiro grau de parentesco.

-Prejuízos graves na sua residência ou local de trabalho.

-Período de quarentena.

-Não admissão no país de destino.

-Doença grave ou falecimento do segurado ou de um familiar próximo.

-Perda de documentos que impossibilite a viagem.

-Perda ou mudança de emprego.

-Divórcio.

-Visto negado.

-Danos graves à residência do segurado.

-Parto de emergência ou complicação na gravidez.

-Cancelamento de casamento.

-Notificação judicial.

-Nomeação para cargo público.

-Incorporação a um novo posto de trabalho em uma empresa distinta, com contrato de trabalho.

-Demissão laboral ou carta de cancelamento de férias.


Em ambos os tipos, para acionar o seguro cancelamento, será necessário apresentar os comprovantes de despesas não reembolsáveis da sua viagem, além de documentos que comprovem a necessidade do cancelamento, como laudo médico, carta da empresa na qual trabalha ou documento que expressa a negação de seu visto.

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Turismo

Cultura e turismo de natureza motivaram mais de 60% das viagens de lazer em 2019

Parceria com IBGE revela dados importantes para conhecer o turismo nacional e contribuir para a retomada do se...

Bahia é terceiro principal destino do turismo doméstico no Brasil, diz IBGE
Turismo

Bahia é terceiro principal destino do turismo doméstico no Brasil, diz IBGE

Visitar parentes ou amigos é principal motivo para viajar, mas baianos viajam mais para tratamento de saúde...

Brasileiro viaja pouco, costuma ir de carro ou ônibus e ficar na casa de parentes ou amigos, diz IBGE
Turismo

Brasileiro viaja pouco, costuma ir de carro ou ônibus e ficar na casa de parentes ou amigos, diz IBGE

A pesquisa na amostra de domicílios cobriu o período de abril até agosto, que não inclui a alta temporada ...

Vídeo

Estudante de escola pública é aprovada em doutorado em Portugal e precisa de ajuda para custear o curso Veja mais Vídeos ›

Facebook

Instagram