Acorda Cidade - Dilton Coutinho

26 de Maio de 2020
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Política

Todas as notícias
Publicado em 04/04/2020 15h25.

Extensão do projeto estadual de primeiro emprego é proposta na ALBA de forma emergencial durante a pandemia

Segundo o legislador, há pesquisas da própria Fundação Luiz Eduardo Magalhães (FLEM), que gerencia o projeto, afirmando que 90% dos beneficiários do programa dependem da renda para sustento próprio ou familiar.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra

Acorda Cidade

Que se envide todos os esforços jurídicos e administrativos necessários para promover de forma extraordinária a extensão dos contratos firmados pela Lei nº 13.459 de 10 de dezembro de 2015, que institui o Projeto Estadual de Incentivo à Concessão de Estágio e Primeira Experiência Profissional para além dos dois anos previstos na lei, enquanto durarem os efeitos econômicos da pandemia causada pelo coronavírus é a indicação endereçada ao governador Rui Costa (PT) apresentada na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) pelo deputado Hilton Coelho (PSOL).

“Por conta do isolamento social necessário para impedir a propagação do vírus, o mercado de trabalho, quando da finalização do vínculo, não consegue absorver a mão de obra dos estudantes e egressos da Rede Estadual de Educação Profissional e a jovens e adolescentes qualificados por programas governamentais executados pelo Estado da Bahia que pactuaram contratos de trabalho com base no Projeto Estadual de Incentivo à Concessão de Estágio e Primeira Experiência Profissional. Estender o contrato é ter uma visão social e humana diante da grave crise provocada pela crise sanitária que vivemos”, argumenta Hilton Coelho.

Segundo o legislador, há pesquisas da própria Fundação Luiz Eduardo Magalhães (FLEM), que gerencia o projeto, afirmando que 90% dos beneficiários do programa dependem da renda para sustento próprio ou familiar. Sem condições de acessar o mercado de trabalho, estes jovens trabalhadores ficarão desempregados e sem qualquer perspectiva de obtenção de renda, o que somente agravará a crise causada pelo coronavírus. É fundamental que tais contratos sejam preservados, devendo o governador de o Estado promover todos os esforços para que a juventude não seja ainda mais atingida pela crise econômica e social causada pelo coronavírus”.

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Senado aprova proibição de corte de luz em véspera de fins de semana
Brasil

Senado aprova proibição de corte de luz em véspera de fins de semana

Texto inclui feriados e exige notificação prévia do consumidor

Ministro da Infraestrutura defende fim da pesagem por eixo
Brasil

Ministro da Infraestrutura defende fim da pesagem por eixo

Pesagem total atende às propostas de modernização, diz ministro

Senado aprova MP que altera cargos e funções na Polícia Federal
Política

Senado aprova MP que altera cargos e funções na Polícia Federal

Foram criadas 45 funções comissionadas e 471 gratificadas.

Vídeo

Auxílio emergencial: filas tranquilas em agências da Caixa neste feriado antecipado de São João Veja mais Vídeos ›

Facebook

Instagram