Acorda Cidade - Dilton Coutinho

  • SECOM BAHIA CONTRA CORONAVIRUS
  • SECOM BAHIA CONTRA CORONAVIRUS
  • SECOM 2
10 de Abril de 2020
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Mundo

Todas as notícias
Publicado em 26/03/2020 19h52.

Coronavírus: com 82 mil casos confirmados, EUA se tornam novo epicentro da pandemia

O presidente Donald Trump disse que o aumento das confirmações no país se deveu à ampliação dos exames para os pacientes norte-americanos.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra

Acorda Cidade

Com mais de 82 mil casos, os Estados Unidos se tornaram nesta quinta-feira (26) o país com mais casos confirmados de Covid-19 no mundo, superando a Itália e a China, de acordo com um levantamento da universidade norte-americana Johns Hopkins.

Segundo a John Hopkins, os três países atingiram os seguintes números de casos nesta quinta:
EUA - 82.404
China - 81.782
Itália - 80.589

O presidente Donald Trump disse que o aumento dos casos confirmados no país se deveu à aplicação de testes em massa para os pacientes norte-americanos. Em entrevista coletiva, o mandatário disse não ser possível saber o número real de casos da doença no mundo.

"Isso [o aumento] é por conta da nossa maneira de testar", disse Trump. "No fundo não sabemos quais são os números reais da doença, mas nós testamos um grande número de pessoas e a cada dia vemos que nosso sistema funciona."

Ainda mais casos
Trump disse que provavelmente há mais casos que os reportados até o momento. "Centenas de milhares", que segundo ele, são de pessoas que apresentam poucos ou nenhum sintoma.

“Muitas pessoas têm [a Covid-19]. Acabei de falar com duas pessoas que tiveram ”, disse Trump. "Elas nem foram para o médico."
O presidente dos EUA defendeu estes casos como exemplo para justificar o retorno às atividades econômicas, reduzir medidas de isolamento e reabrir o comércio.

Ele disse ainda que o percentual de mortes é "muito menor do que realmente pensava". Até agora, mais de 1 mil americanos morreram de Covid-19. Apenas nas últimas 24 horas foram 237 mortes, o maior número diário desde o início da epidemia nos EUA.

Fonte: Bem estar/G1

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Distância de 1,5 metro é pequena para conter contágio, alerta estudo
Coronavírus

Distância de 1,5 metro é pequena para conter contágio, alerta estudo

Para os pesquisadores, espaço deve ser de pelo menos 4 metros

Internacional

Pela 1ª vez desde janeiro, China não registra mortes por covid-19

Foram notificados nesta terça-feira 32 novos casos, todos importados

Empresas criam movimento para evitar demissões durante pandemia
Não demita!

Empresas criam movimento para evitar demissões durante pandemia

Empresários se comprometem a manter empregados por 2 meses

Vídeo

Prefeito prorroga fechamento do comércio de Feira até dia 13 Veja mais Vídeos ›

Podcast

Zé Neto diz que está preocupado com ações contra a Covid-19 em Feira; Colbert reponde
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram