Acorda Cidade - Dilton Coutinho

20 de Outubro de 2021
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Feira de Santana

Todas as notícias
Publicado em 13/03/2020 13h16.

Mais de 20 eventos até junho não terão apoio da prefeitura e podem ser adiados

Entre os eventos esportivos que não terão o apoio da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer estão, inclusive, as corridas.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Mais de 20 eventos até junho não terão apoio da prefeitura e podem ser adiados
Foto: Ascom/PMFS

Andrea Trindade

O Secretário de Cultura, Esporte e Lazer Edson Borges informou que, ao menos, 21 eventos marcados para acontecer até o mês de junho não receberão apoio da prefeitura, conforme determina o decreto do prefeito, que adiou a realização da Micareta de Feira, que chegaria a sua 83ª (octogésima terceira) edição entre os dias 23 e 26 de abril deste ano. O adiamento não só da Micareta, mas também de eventos festivos, e o cancelamento de apoio a outras festas na cidade por serem de grandes aglomerações de pessoas, foi motivado por conta do risco de contaminação do Coronavírus. A cidade já tem três casos confirmados.

“Estou aqui com a relação de 21 eventos de massa, eventos públicos, até o mês de junho. Destes 21 eventos apenas dois são da prefeitura, a Micareta e eventos esportivos, os demais são eventos que a prefeitura dá apoio. Pelo decreto, qualquer tipo de apoio a eventos que resultem aglomeração, até nova decisão do prefeito, que tenham apoio da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer não terão mais esse apoio” explicou o secretário.

Leia também: 

Micareta de Feira 2020 é adiada por tempo indeterminado

Hospital Clériston Andrade poderá suspender cirurgias eletivas por causa do coronavírus

Confira o decreto aqui

Eventos esportivos

A prefeitura poderá recomendar a diretoria de clubes que façam os jogos a portas fechadas. Inclusive, no próximo dia 22, o Fluminense de Feira vai enfrentar, no Estádio Joia da Princesa, a Jacuipense, pela 8° Rodada Campeonato Baiano 2020.

“O jogo vai acontecer, mas pelo que eu entendi o prefeito vai chamar a diretoria dos dois clubes para vê se faz, pelo menos, um jogo sem público como está acontecendo em vários lugares do mundo”, informou o secretário.

Os eventos esportivos realizados pela prefeitura serão adiados.

“Os nossos eventos esportivos amadores nós vamos adiar. Vamos readequar as tabelas porque seria uma imprudência e também temos que obedecer ao decreto do prefeito."

Entre os eventos esportivos que não terão o apoio da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer também estão, as corridas.

Eventos privados

Sobre os eventos privados como casamentos, aniversários e formaturas, a prefeitura não pode intervir, mas o recomendado é evitar qualquer evento com grande aglomeração.

Domingo de Ramos e outros

Sobre os eventos religiosos, o prefeito Colbert disse ao Acorda Cidade que não pode proibir por serem de responsabilidades das igrejas e informou que a arquidiocese de Salvador suspendeu uma caminhada.

“Nós não podemos proibir um evento desses. Nós vamos ter reuniões agora sobre essas atividades religiosas para que as pessoas tomem o cuidado necessário para evitar riscos de transmissão. A prefeitura que não vai patrocinar e nem participar de nenhum tipo de atividade e então a prefeitura não vai ceder mais som, banheiro químico, por exemplo, e não vai ter uma participação em algo que nós entendemos que juntando pessoas, a condição de transmissibilidade do vírus aumenta. Da parte da prefeitura, nós não vamos participar desses eventos, o mais é recomendação de que as pessoas possam evitar isso”, ressaltou declarando que os três casos confirmados na cidade foram suficientes para que essa decisão fosse tomada.

Cachês das atrações

O Secretário Edson Borges afirmou que até agora os gastos que a prefeitura teve com a Micareta foram com a divulgação da festa e que nenhum artista recebeu pagamento antecipado.

“Nenhum cachê da Micareta foi antecipado. Temos vários contratos assinados. Eu diria que 50% dos contratos já estão assinados, mas como se trata de interesse público e de preservar a integridade física da população, evidentemente que todos vão entender que os contratos serão cancelados imediatamente sem prejuízos. Vou enviar e-mails explicando a situação, é um decreto do prefeito, que tem todo o direito e dever de cancelar. Salvador também está suspendendo tudo. O único dinheiro que a prefeitura gastou foi com a divulgação da micareta em Salvador”, disse o secretário informando também que existe a possibilidade, caso o vírus esteja controlado e seja realmente seguro, de a micareta acontecer em agosto ou em setembro deste ano.

Leia também: Empresários concordam com adiamento da Micareta 2020 mesmo com prejuízos

Com informações dos repórteres Paulo José e Ed Santos
  

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Passageiro é transportado em porta-malas de veículo no centro de Feira de Santana
Feira de Santana

Passageiro é transportado em porta-malas de veículo no centro de Feira de Santana

Para Cleudson Almeida, uma pessoa que se submete a ser transportado desta forma, está sujeita a qualquer risc...

Segunda dose da Pfizer é aplicada na UniFTC nesta quinta-feira (21)
Feira de Santana

Segunda dose da Pfizer é aplicada na UniFTC nesta quinta-feira (21)

Também haverá vacinação para esse público nas Unidades de Saúde da Família, vinculadas ao Programa Saú...

OAB Feira diz que repudia caso de feminicídio praticado por advogado
Feira de Santana

OAB Feira diz que repudia caso de feminicídio praticado por advogado

De acordo com o presidente da entidade, Rafael Pitombo, a OAB emitiu uma nota repúdio condenando o fato e agu...

Vídeo

Com retorno 100% presencial, escolas e estudantes da rede estadual buscam se adaptar à nova realidade deixada pela pandemia Veja mais Vídeos ›

Ouça Agora

Programa desta quarta-feira 20.10:
Mais áudios ›

Facebook

Instagram