Acorda Cidade - Dilton Coutinho

26 de Setembro de 2020
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Micareta

Todas as notícias
Publicado em 09/03/2020 13h01.

MP pede parecer técnico sobre riscos de proliferação do Coronavírus durante a Micareta de Feira

Estado e município têm cinco dias para encaminhar parecer ao Ministério Público Estadual.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
MP pede parecer técnico sobre riscos de proliferação do Coronavírus durante a Micareta de Feira

Andrea Trindade

A Secretaria Municipal de Saúde e a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) têm um prazo de cinco dias, após notificação, para apresentar ao Ministério Público do Estado, um parecer técnico de profissionais capacitados e com experiência sobre os riscos de proliferação do coronavírus (Covid-19), no município, além da disseminação não só nos municípios vizinhos, mas em todo o estado e país, durante a Micareta de Feira de Santana, considerada um evento festivo de grandes proporções.

Foto: Ney Siva/Acorda Cidade

Na portaria 02/2020, o promotor de justiça, Audo Rodrigues, considera entre outros motivos, os dois casos confirmados da doença em Feira de Santana, sendo que um deles a contaminação foi interna, entre a paciente que retornou da Itália (com uma contaminação importada) e sua empregada doméstica com quem ela teve contato, na cidade.

Foto: Reprodução

Conforme a portaria, o Ministério Público “instaura um procedimento administrativo com o objetivo de acompanhar as políticas públicas relativas à vigilância epidemiológica do coronavírus, colhendo as informações técnico-científicas sobre a viabilidade da realização da Micareta de Feira de Santana 2020, sem oferecimento de riscos à população local ante a circulação do coronavírus (Covid-19)” no município.

O promotor determina, além do parecer em cinco dias, que as duas secretarias encaminhe no prazo de 72 horas, o plano de contingência do Covid-19.

“Não se tem nada de concreto ainda de o MP vai requerer a anulação ou mudança de data, é apenas um procedimento inicial, inclusive de forma célere, que demanda respostas objetivas e rápidas dos dois entes públicos. Tanto o município quanto o estado, para que se forme uma ideia e inclusive, o prefeito municipal que tem a noção e ciência desses pareceres adote as providências legais cabíveis no âmbito de suas atribuições”, afirmou Audo Rodrigues em entrevista ao Acorda Cidade.

O promotor acrescentou que a interferência do MP é em prol da saúde pública, em prol de toda a coletividade.

“Independente dos investimentos que já tenha sido feitos, o Ministério Público aguardará as informações técnicas que serão repassadas ao prefeito com as recomendações necessárias. Eventuais discussões ou não atendimento de situações por parte do executivo que demandem um perigo a toda coletividade, uma possibilidade de proliferação em massa da doença, uma situação de extrema calamidade com risco de mortes, principalmente para crianças e idosos, consequentemente o MP está legitimado a ingressar com uma ação civil pública que é o meio jurídico cabível para cancelar os festejos da micareta. Isso é apenas uma suposição , apenas um adiantamento do que pode acontecer. É preciso que fique bem claro que o Ministério Público não está inicialmente dizendo que vai ou não haver micareta, mas as medidas estão sendo tomadas. Independente da festa existe uma questão se saúde pública, de manutenção do SUS, de leitos que a gente já tem uma defasagem muito grande, de leitos de UTI que precisam ser disponibilizados para pacientes dessa natureza. Por isso a preocupação do MP”, concluiu.
 

Se mantida, a Micareta de Feira será entre os dias 23 e 26 de abril.  

Leia também: Vereador Edvaldo Lima pede cancelamento da Micareta de Feira de Santana

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Foliões reclamam de pagamento de ingresso para camarote, mesmo com cancelamento da Micareta
Micareta

Foliões reclamam de pagamento de ingresso para camarote, mesmo com cancelamento da Micareta

Com a pandemia do coronavírus, a festa, que seria realizada em abril, não aconteceu, mas os ingressos foram ...

Feirenses concordam com adiamento da Micareta
Feira de Santana

Feirenses concordam com adiamento da Micareta

Adiamento foi anunciado oficialmente pelo prefeito Colbert Martins Filho.

Empresários concordam com adiamento da Micareta 2020 mesmo com prejuízos
Feira de Santana

Empresários concordam com adiamento da Micareta 2020 mesmo com prejuízos

O empresário Girlano Guirra, da Revista Alternativa, considerou a decisão acertada, diante da grande preocup...

Vídeo

Trabalhadores do setor de eventos realizam ato pacífico no centro da cidade para pedir retorno das atividades Veja mais Vídeos ›

Facebook

Instagram