Acorda Cidade - Dilton Coutinho

14 de Agosto de 2020
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Polícia

Todas as notícias
Publicado em 03/03/2020 20h14.

Acusado de envolvimento na morte de ex-comandante da Guarda Municipal de Feira é assassinado

O acusado foi baleado em via pública, na localidade Alto da Cabrita, no conjunto Viveiros, e morreu no local.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Acusado de envolvimento na morte de ex-comandante da Guarda Municipal de Feira é assassinado
Foto: Aldo Matos/Acorda Cidade/Arquivo

Andrea Trindade

Foi assassinado com vários tiros, por volta das 15h desta terça-feira (3), Júlio de Oliveira Ribeiro, conhecido como Júlio Cabeça, 34 anos. Ele já esteve preso sob acusação de envolvimento no assassinato do ex-comandante da Guarda Municipal de Feira de Santana, Marcos Vinícius Alves Santos, no dia 2 de maio de 2014, no Parque Erivaldo Cerqueira (Relembre aqui).

Segundo a polícia, Júlio foi atingido na coxa direita, pescoço e cabeça, em via pública, na localidade Alto da Cabrita, no conjunto Viveiros, e morreu no local.

O delegado Luís Smyslov Filgueiras, que efetuou o levantamento cadavérico juntamente com peritos do Departamento de Polícia Técnica (DPT) e policiais civis, informou ao Acorda Cidade que inicialmente não localizou testemunhas do crime.

O advogado Armênio Seixas Junior, constituído por Júlio na época em que foi liberado do Conjunto Penal de Feira de Santana, destacou que o mesmo ainda iria a julgamento, e já esteve preso duas vezes pelo crime. A primeira vez em 2015 (Veja aqui) e depois foi preso novamente em 2018 (Veja aqui) e liberado em 2019 (Veja aqui).

“Com surpresa fui comunicado através da família a respeito da morte de Júlio Oliveira Ribeiro. Impetramos o habeas corpus em sede de tribunal pela liberação dele pois ele ainda era preso provisório a respeito da acusação da morte do ex-comandante Marcos Vinícius. Porém a juíza da Vara do Júri, Márcia Simões Costa, já tinha pronunciado para mandá-lo para júri. É uma situação extremamente complicada, até mesmo porque ele deveria ter algum tipo de envolvimento com a situação (assassinato) a qual o advogado dele não tem conhecimento. A partir de agora são várias vertentes para a Delegacia de Homicídios levantar para tentar elucidar mais um homicídio em Feira de Santana”, disse o advogado ao Acorda Cidade.

Um outro acusado de envolvimento, Reginaldo Pereira, continua preso, mas por outro crime anterior a morte do ex-comandante. Júlio Oliveira Ribeiro sempre negou o envolvimento.

Fotos: Arquivo/Aldo Matos/Acorda Cidade

De acordo com a polícia em 2015, Reginaldo foi o autor dos disparos, e Júlio o condutor da motocicleta usada no homicídio.

Com informações do repórter Aldo Matos do Acorda Cidade

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Polícia incinera cerca de 40 quilos de drogas que foram apreendidas com adolescentes este ano
Feira de Santana

Polícia incinera cerca de 40 quilos de drogas que foram apreendidas com adolescentes este ano

A titular da DAI lembrou que os adolescentes que estão cometendo atos infracionais correm muito risco de vida...

Guarnição da 67ª CIPM presta apoio à gestante em trabalho de parto
Polícia

Guarnição da 67ª CIPM presta apoio à gestante em trabalho de parto

Mãe e filha foram posteriormente encaminhadas à maternidade.

Operação Inquietação: 66ª CIPM intensifica policiamento no bairro Novo Horizonte
Feira de Santana

Operação Inquietação: 66ª CIPM intensifica policiamento no bairro Novo Horizonte

Cinco metralhadoras, dois revólveres, drogas e diversos objetos produtos de furto e roubo já foram apreendid...

Vídeo

Estudante de escola pública é aprovada em doutorado em Portugal e precisa de ajuda para custear o curso Veja mais Vídeos ›

Facebook

Instagram