Acorda Cidade - Dilton Coutinho

06 de Junho de 2020
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Bahia

Todas as notícias
Publicado em 13/02/2020 19h31.

Familiares e amigos de estudante morta a tiros em Cachoeira protestam durante audiência

Com cartazes e blusas com a foto de Elitânia, cerca de 30 pessoas começaram a chegar no fórum de Cachoeira, por volta das 11h.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Familiares e amigos de estudante morta a tiros em Cachoeira protestam durante audiência
Foto: Reprodução/Facebook

Acorda Cidade

Familiares e amigos da estudante de serviço social Elitânia de Souza da Hora, que foi morta a tiros em Cachoeira, protestaram nesta quinta-feira (13), durante a primeira audiência de instrução do caso. O suspeito do crime, Alexandre Passos Silva Góes, esteve na audiência. (Relembre o caso aqui)

Com cartazes e blusas com a foto de Elitânia, cerca de 30 pessoas começaram a chegar no fórum de Cachoeira, por volta das 11h. A audiência começou por volta das 15h20 e até a última atualização desta reportagem, ainda não tinha terminado.

Foto: Reprodução/TV Bahia

Quatorze testemunhas, senho sete de acusação e outras sete de defesa, serão ouvidas pelos representantes do Ministério Público da Bahia (MP-BA), da defesa do advogado e pelo juiz. Alexandre Passos foi ouvido. Não há detalhes sobre o depoimento dele.

Antes da audiência, a mãe da vítima, Maritânia de Souza, em entrevista a TV Bahia, pediu justiça. “A minha expectativa é de que ele pague pelo que fez com minha filha. Eu peço justiça, porque minha filha não merecia ter um fim desses.Minha filha era uma menina boa, uma menina estudiosa, minha filha era uma menina família. Todo final de semana minha filha ficava comigo, e agora eu não tenho mais ela. A vida para mim acabou”.

O irmão da vítima, Rodrigo de Souza, lembra que o o relacionamento entre Elitânia e Alexandre sempre foi abusivo. De acordo com o rapaz, a estudante foi agredida várias vezes pelo réu.

O crime ocorreu na noite de 27 de novembro. Elitânia já havia prestado queixa contra o ex-namorado por agressões e tinha uma medida protetiva, que determinava o afastamento dele, porém o suspeito descumpriu a decisão.

A jovem voltava para casa, após assistir aula na Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), onde cursava serviço social, quando foi surpreendida pelo ex-namorado. Ela chegou a ser socorrida e foi levada para um hospital, mas não resistiu. O corpo da jovem foi sepultado em Cachoeira no dia 29 de novembro.

Alexandre Passo Goes Silva, de 34 anos, foi preso no mesmo dia do enterro da vítima, após se apresentar na delegacia de Feira de Santana, cidade a 56,9 km de Cachoeira. Na ocasião, ele teve mandado de prisão preventiva cumprido. O suspeito se recusou a falar no depoimento e, em seguida, foi encaminhado para o sistema penitenciário.

Informações do G1

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Bahia

Exame confirma que corpo enterrado por engano é da mulher que morreu de Covid-19 em hospital de Salvador, diz família

Caso aconteceu no Hospital Espanhol. Família já suspeitava que a diarista Arlete Santos tinha sido enterrada...

Possibilidade de cancelamento do carnaval afetaria cadeia produtiva e provocaria impacto bilionário de receita gerada com turismo na BA
Bahia

Possibilidade de cancelamento do carnaval afetaria cadeia produtiva e provocaria impacto bilionário de receita gerada com turismo na BA

Mais de 600 mil turistas geraram uma receita de aproximadamente R$ 1,25 bi no carnaval deste ano.

Coelba realiza operação de combate ao furto de energia e autua fazendas produtoras de cenoura e cebola
Chapada Diamantina

Coelba realiza operação de combate ao furto de energia e autua fazendas produtoras de cenoura e cebola

O furto de energia é crime, sujeito às penalidades do artigo 155 do Código Penal Brasileiro, cuja pena pode...

Vídeo

Coletiva sobre ações da prefeitura para preservação do meio ambiente Veja mais Vídeos ›

Facebook

Instagram