Acorda Cidade - Dilton Coutinho

  • Novo Glériston
  • Novo Glériston
23 de Fevereiro de 2020
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Educação

Todas as notícias
Publicado em 28/01/2020 15h12.

Educadora brasileira mantém projeto infantil de incentivo à leitura; confira

O Brasil ainda possui 11,3 milhões de analfabetos.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Educadora brasileira mantém projeto infantil de incentivo à leitura; confira
Foto: Divulgação

Agência Educa Mais Brasil

De acordo com o último censo divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) –- sobre as condições de analfabetismo no Brasil, apesar dos índices do analfabetismo terem melhorado, o Brasil ainda possui 11,3 milhões de analfabetos entre a população de 15 anos ou mais, o equivalente a 6,8% dessa população. O número está relacionado ao contexto analisado em 2018 e apresentou queda de 0,1% comparado a 2017, significando 121 mil analfabetos a menos.

Parte significativa desse processo, enfrentado principalmente pelas populações de regiões mais extremas do país, sobretudo no Nordeste, ocorre pela grave desigualdade social. Em muitas residências brasileiras os livros ainda são escassos.

A formadora de docentes da rede estadual de ensino e mestranda em Ensino pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) Márcia Mendes teve acesso aos livros tardiamente. Apesar de não ter tido livros em casa, a graduada em Letras sempre foi ‘apaixonada’ pelos escritos e cresceu motivada a modificar a realidade de muitos brasileiros por meio da leitura. “Nasci em Catu, na Bahia, morei na cidade de São Sebastião do Passé e fui de uma família muito pobre, não tínhamos livros em casa. Apenas na escola eu tinha acesso a livros que poderia, esporadicamente, levar para casa. Graças a Deus, sempre tive o estímulo dos meus pais para estudar. Até hoje eu tenho o hábito de abraçar, beijar os livros, em uma atitude bem romântica com cada um deles”, conta.

Ciente da importância da educação como mecanismo de transformação social, Márcia criou, no ano de 2017, o projeto “Um livro para chamar de meu”. Durante os eventos infantis que participa, a educadora percebeu que muitas crianças, assim como ela na infância, não tinham livros. “Eu recolho doações no trabalho, recebo de escritoras parceiras, livrarias, carrego dentro da bolsa e sigo distribuindo. Não existe um local específico. Entrego para as crianças em escolas e diversos lugares”, explica.

Foto: Divulgação

Convidada para realizar uma contação de histórias na rede de educação básica no mês anterior, na Escola Municipal Nova Brasília, em São Sebastião do Passé, na Bahia, Márcia Mendes irá retornar à unidade para fazer a entrega de muitos livros.

Na oportunidade, a também escritora irá presentear as crianças com o seu mais novo título. A obra A gata que não era xadrez será lançada na abertura do semestre na Uesb. Além desta, Márcia tem outras duas obras já publicadas: Dandara, cadê você? e Quem é Amora? Em seus livros, a autora incentiva o protagonismo dos pequenos leitores.

“Em todos os meus livros, priorizo espaço em branco para que eles possam reescrever a própria história, para que possam descobrir seu potencial criativo e de escrita”, sugere Mendes que defende uma educação mais lúdica, interativa e estimulante.
 

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Educação

Síndrome metabólica em adolescentes é tema de pesquisa da Capes

Adolescentes pesquisados ficavam, em média, 3 horas/dia no computador

Capes anuncia novas regras para bolsas de pós-graduação
Educação

Capes anuncia novas regras para bolsas de pós-graduação

Modelo leva em consideração desempenho acadêmico e IDHM

Veja algumas dicas para quem não passou no vestibular
Educação

Veja algumas dicas para quem não passou no vestibular

Saiba como recuperar a motivação e não desistir do seu sonho

Vídeo

Funcionários terceirizados do Fórum Filinto Bastos paralisam as atividades Veja mais Vídeos ›

Podcast

Ouça o Programa desta sexta-feira 21.02:
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram