Acorda Cidade - Dilton Coutinho

28 de Janeiro de 2020
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Saúde

Todas as notícias
Publicado em 16/01/2020 12h07.

Dengue ameaça estados do Nordeste, Espírito Santo e Rio

Coordenador de arbovirose do Ministério da Saúde falou à TV Brasil
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Dengue ameaça estados do Nordeste, Espírito Santo e Rio
Foto: Arquivo/Agência Brasil

Acorda Cidade

Agência Brasil - Espírito Santo, Rio de Janeiro e nove estados do Nordeste podem ser alvo de um surto de dengue a partir de março deste ano.

O alerta é do coordenador de Vigilância de Arbovirose do Ministério da Saúde, Rodrigo Saidí.

Em entrevista exclusiva à TV Brasil, o especialista explicou que o período favorável ao aumento de casos da dengue no Brasil, que começou em novembro de 2019, vai até o próximo mês de maio, época de chuva.

Segundo Saidí, no entanto, a dinâmica da transmissão da doença é que pode ocasionar o surto nessas regiões. Hoje há quatro sorotipos da dengue e quando ocorre alteração do padrão de circulação, também aumenta o número de transmissões.

"A mudança no padrão de circulação, que está acontecendo agora nesses dois estados [Espírito Santo e Rio de Janeiro], e a possibilidade de isso ocorrer nos estados do Nordeste, em 2020, apontam para um cenário de risco", disse o coordenador.

Saidí afirma que 80% dos criadouros do mosquito estão dentro das residências, por esse motivo, alerta sobre a importância de haver integração entre as políticas públicas de governo e a mobilização da população. Ele diz ainda que o controle deve ser feito porque, nesta época do ano, o mosquito completa seu ciclo de reprodução em 10 dias.

"É importante estar atento à caixa d'água, se ela está aberta ou não, à limpeza das calhas, à verificação permanente da presença de água em bandeja de ar-condicionado, na bandeja da geladeira, os pratinhos de vaso de planta; acondicionar adequadamente aqueles produtos que estão nos quintais, como garrafas e latas".

Histórico

Em 2019, o Brasil registrou mais de 1.544 casos de dengue e 782 mortes, em decorrência da doença. O número de óbitos representa aumento de 488% em relação a 2018, ano considerado atípico pelo ministério.

Os dados de registro de zika ainda estão baixos no Brasil. Mesmo assim o alerta de cuidado para gestantes continua porque o vírus do Zika ainda está em circulação por todos os estados do país, menos no Acre. O Ministério da Saúde também descarta um surto da chikungunya, este ano, no Brasil.

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Brasil é o segundo país do mundo em casos de Hanseníase
Saúde

Brasil é o segundo país do mundo em casos de Hanseníase

O Dia Nacional de Combate e Prevenção da Hanseníase (25 de janeiro) promove a conscientização sobre a doe...

Atendimento de fisioterapia é oferecido para bebês prematuros nascidos no Hospital da Mulher
Saúde

Atendimento de fisioterapia é oferecido para bebês prematuros nascidos no Hospital da Mulher

O serviço, garantido pela Prefeitura de Feira de Santana, a através da Fundação Hospitalar, é realizado n...

Brasileira desenvolve novo tratamento para câncer de ovário
Saúde

Brasileira desenvolve novo tratamento para câncer de ovário

Terapia com uso de metal raro será testada clinicamente

Vídeo

Policiais civis e penais paralisam atividades e fazem manifestação em Feira de Santana Veja mais Vídeos ›

Podcast

Ouça o Programa desta sexta-feira 24.01:
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram