Acorda Cidade - Dilton Coutinho

19 de Janeiro de 2020
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Saúde

Todas as notícias
Publicado em 12/12/2019 07h57.

Proteção solar: o melhor remédio contra o câncer de pele

No calendário da saúde, o dezembro laranja é voltado para a prevenção do câncer de pele e um dos aliados nessa luta é, sem dúvidas, o protetor solar.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Proteção solar: o melhor remédio contra o câncer de pele
Foto: Reprodução

Acorda Cidade

Números do Instituto Nacional do Câncer (Inca) mostram que anualmente surgem cerca de 180 mil novos casos de câncer de pele e, quando descobertos no início, as chances de cura aumentam em até 90%. Esse cenário colabora para a necessidade da população ficar ainda mais alerta aos sinais da doença.

No calendário da saúde, o dezembro laranja é voltado para a prevenção do câncer de pele e um dos aliados nessa luta é, sem dúvidas, o protetor solar. Uma questão a ser observada é que o produto não é o único aliado na guerra contra a doença. “Quando se fala em proteção solar, é preciso unir o uso do filtro a roupas específicas, óculos escuros e chapéus para se alcançar o objetivo”, pontua a dermatologista do Hapvida Saúde, Roberta Guedes. Ela orienta ainda que a proteção não é somente para momentos de recreação, sendo importante o uso diário, em qualquer exposição ao sol. “Saiu de casa, deve-se se usar o protetor solar”, frisa.

De acordo com a especialista, quem têm olhos verdes ou azuis, pele clara e ruivas naturais estão entre as pessoas com maior predisposição à doença. “Quanto mais cedo o diagnóstico, maior as chances de cura durante o tratamento. Procurar o dermatologista é o primeiro passo para que o médico possa fazer toda análise e recomendar o tratamento adequado”, orienta. Entre os principais sinais que podem ajudar nessa rápida percepção da doença estão o aparecimento de manchas vermelhas que coçam, sinais ou nódulos sangrando e ferimentos que não cicatrizam há mais de um mês.

Cuidados

Durante a exposição ao sol, sobretudo entre 9h e 16h, os cuidados devem ser redobrados por este ser o período de maior radiação dos raios ultravioleta. A indicação de Roberta é usar o protetor solar, de no mínimo fator 30 e reaplicá-lo a cada duas horas e toda vez que tomar banho. Sobre a quantidade ideal, a Sociedade Brasileira de Dermatologia recomenda a utilização de uma colher de chá de protetor solar no rosto e três colheres de sopa espalhados pelas demais partes do corpo.

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Incidência de lesões graves na medula aumenta no verão, diz médico
Saúde

Incidência de lesões graves na medula aumenta no verão, diz médico

Acidentes após mergulho em águas rasas são a segunda causa do problema

Idosa de 93 anos é cortada ao tirar gesso em hospital do Rio: 'Levei 18 pontos'
Saúde

Idosa de 93 anos é cortada ao tirar gesso em hospital do Rio: 'Levei 18 pontos'

Alda Waltz reclamou de dor, mas técnico de imobilização ignorou e teria dito que ela estava sentindo 'o gel...

Feira de Santana é reabastecida com doses da vacina pentavalente, que estarão disponíveis nesta 2ª
Mais de 2 mil doses

Feira de Santana é reabastecida com doses da vacina pentavalente, que estarão disponíveis nesta 2ª

De acordo com o setor de Imunização, a Prefeitura recebeu 2.550 doses da vacina na última quarta-feira.

Vídeo

Moradores reclamam de buracos deixado pela prefeitura Veja mais Vídeos ›

Podcast

Ouça o Programa desta sexta-feira 17.01:
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram