Acorda Cidade - Dilton Coutinho

08 de Dezembro de 2019
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Educação

Todas as notícias
Publicado em 18/11/2019 14h44.

Guia sobre alfabetização midiática para educadores é lançado em parceria entre Twitter e Unesco

No documento estão reunidos textos teóricos, planos de aula e estudos de caso.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Guia sobre alfabetização midiática para educadores é lançado em parceria entre Twitter e Unesco
Foto: Divulgação

Agência Educa Mais Brasil

Em parceria com a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), o Twitter lançou o guia Ensinar e Aprender com o Twitter, que tem como objetivo auxiliar educadores na capacitação de alunos com as habilidades de alfabetização midiática, o que pode contribuir para o uso responsável das ferramentas que a rede social apresenta.

No documento estão reunidos textos teóricos, planos de aula e estudos de caso. É possível conhecer diretrizes práticas sobre alfabetização midiática da Unesco e dicas de como pais e professores podem usar o Twitter como uma ferramenta de aprendizado na sala de aula ou em casa.

O manual é fruto da parceria global de 18 meses entre Twitter e Unesco. Nesse processo, ONGs que trabalham com alfabetização midiática e informacional tiveram seus trabalhos ampliados e obtiveram suporte por meio do programa Ads For Good da rede social.

O Ensinar e Aprender com o Twitter também pretende contribuir para a formação de bons cidadãos digital. Por isso, há tópicos sobre segurança online e como os educadores devem agir caso se deparem com casos de cyberbullying.

O vice-presidente de políticas públicas, governo e filantropia corporativa do Twitter, Colin Crowell, ressaltou, no blog da rede, a importância da parceria com a Unesco, além de destacar a necessidade da alfabetização midiática contra a desinformação. “Esperamos que este manual tenha um impacto tangível e benéfico para estudantes de todo o mundo, ajudando os educadores a transmitirem informações e habilidades críticas às gerações mais jovens sobre como navegar em um ambiente de mídia cada vez mais complexo”, declarou.

Além de ser disponibilizado online – para ter acesso basta clicar aqui –, o guia também será distribuído em escolas via rede de ONGs relevantes da Unesco, agências estaduais de educação e a rede europeia de Centros de Internet Segura. Inicialmente, ele será traduzido em nove idiomas: inglês, francês, espanhol, alemão, português, árabe, japonês, sueco e hindi, mas há o planejamento para que seja traduzido para outras línguas.
 

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Prêmio Capes vai distribuir R$ 5 mil para os primeiros mil colocados
Educação

Prêmio Capes vai distribuir R$ 5 mil para os primeiros mil colocados

O resultado será divulgado em fevereiro de 2020

Estudantes vencedores da Olimpíada Brasileira de Química recebem medalhas em São Paulo
Educação

Estudantes vencedores da Olimpíada Brasileira de Química recebem medalhas em São Paulo

Três alunos da Escola João Paulo I (JPI), em Feira de Santana, se tornaram medalhistas na Olimpíada Brasile...

Mais de dois milhões de alunos já podem solicitar a ID Estudantil
Brasil

Mais de dois milhões de alunos já podem solicitar a ID Estudantil

Prazo para cadastrar estudantes no Sistema Educacional Brasileiro continua aberto.

Vídeo

Carro invade restaurante na Rua São Domingos Veja mais Vídeos ›

Podcast

Ouça o Programa desta sexta-feira 06.12:
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram