Acorda Cidade - Dilton Coutinho

08 de Dezembro de 2019
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Ciência e Tecnologia

Todas as notícias
Publicado em 11/11/2019 14h14.

Passagem de Mercúrio em frente ao Sol cria mini eclipse

Fenômeno só voltará a ocorrer em 2032.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra

Acorda Cidade

Agência Brasil - Um fenômeno imperceptível a olho nu está acontecendo neste momento no céu: o planeta Mercúrio está passando à frente do Sol, de forma a protagonizar o que os astrônomos chamam de mini eclipse. O evento teve início às 9h35 (horário de Brasília). Pouco depois do meio-dia, às 12h19, o planeta estará exatamente na metade de sua trajetória, encerrando seu passeio entre a Terra e o Astro Rei, às 15h04.

Há, no entanto, que se ter cuidados para assistir a esse fenômeno astronômico, a exemplo de outros eclipses solares, quando é necessário o uso de filtro para evitar danos à visão. No caso deste mini eclipse, os cuidados são ainda maiores, porque é necessário o uso de telescópio ou binóculo com filtro apropriado.

O alerta é do presidente da Comissão de Educação da União Astronômica Internacional e professor da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), Paulo Bretones. “É muito perigoso observar o Sol diretamente, podendo produzir queimaduras na retina, causando cegueira. É extremamente perigoso olhar para o Sol com qualquer instrumento óptico como binóculos, lunetas, telescópio ou mesmo através de uma máquina fotográfica. Não se deve usar óculos escuros, vidros esfumaçados, radiografias ou negativos de filmes revelados, pois podem não ser suficientemente densos para bloquear as radiações como o infravermelho e o ultravioleta”.

Segundo o astrônomo, deve-se tomar o cuidado de observar o fenômeno com um filtro apropriado. “Como o usado em máscara de soldador, número 14, disponível em lojas de ferragens. Melhor ainda, seria projetar a imagem do Sol numa tela, utilizando uma pequena luneta ou binóculo e sem observar através dele. Certamente também ocorrerão muitas transmissões ao vivo pela internet”, acrescentou, destacando que é um evento raro, podendo ocorrer no intervalo de três a 13 anos.

De acordo com o especialista, a última passagem de Mercúrio foi observada em 2016 e a próxima será em 2032.

*Colaborou Adrielen Alves, da Radioagência Nacional

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Entenda por que mais megapixels não significam necessariamente melhor qualidade de imagem
Tecnologia

Entenda por que mais megapixels não significam necessariamente melhor qualidade de imagem

Atributo tem a ver com a resolução, ou seja, com a qualidade da imagem com base na ampliação na qual é su...

Facebook fora do ar? Site está instável e usuários reclamam de problemas
Internacional

Facebook fora do ar? Site está instável e usuários reclamam de problemas

De acordo com relatos de usuários, feed do Facebook não carrega e não é possível criar posts. Instagram t...

Criador da WWW propõe contrato para 'consertar' internet
Tecnologia

Criador da WWW propõe contrato para 'consertar' internet

A iniciativa surge em meio a críticas acerca de malefícios associados ao mundo virtual.

Vídeo

Carro invade restaurante na Rua São Domingos Veja mais Vídeos ›

Podcast

Ouça o Programa desta sexta-feira 06.12:
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram