Acorda Cidade - Dilton Coutinho

  • SECOM - BAHIA AQUI É TRABALHO
14 de Novembro de 2019
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Ciência e Tecnologia

Todas as notícias
Publicado em 18/10/2019 08h49.

Conheça diferentes ações de marketing para dispositivos móveis

Estratégias podem ajudar a atingir o público de que usa somente o celular para se conectar à internet
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Conheça diferentes ações de marketing para dispositivos móveis
Foto: Divulgação

Acorda Cidade

Boa parte da comunicação das empresas com os consumidores e com o público-alvo acontece com a ajuda de equipamentos como tablets e smartphones. A última edição da pesquisa TIC Domicílios, realizada anualmente, revelou que 56% das pessoas utilizaram somente o celular para se conectar à internet no ano anterior e 48% adquiriram ou usaram algum tipo de serviço online, como aplicativos de carros, serviços de streaming de filmes e música.

Ignorar essa parcela da população, portanto, pode ser fatal para qualquer negócio, independentemente do setor. Outro dado importante é em relação ao maior acesso de camadas com menor renda: o índice de conectados que não possuem renda subiu de 54% para 62%; e das classes D e E, de 42% para 48%. Com base nesse cenário, portanto, existem algumas estratégias para atingir de forma mais assertiva o público-alvo, utilizando como ferramenta o mobile marketing.

Mas o que é, afinal, esse conceito? Mobile marketing nada mais é do que técnicas específicas voltadas para se relacionar, influenciar e atrair consumidores por meio de dispositivos móveis, como é o caso dos celulares. Quem investe nesse tipo de comunicação sai na frente, uma vez que nem todas as corporações dão a devida atenção a esse tema. Por outro lado, a empresa que não se atém a esse aspecto inevitavelmente pode ficar para trás e perder boa fatia de mercado.

A comunicação direta com o usuário pode ser um grande trunfo das ações de mobile marketing, mas também pode ser um tiro no pé para quem não sabe utilizá-las. O cliente sempre deve ter a opção de se descadastrar de uma determinada lista de e-mails ou de SMS, como determina a própria Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Agora que você já sabe todas as vantagens e os cuidados que se deve ter, confira algumas ações que podem ser implementadas.

SMS Marketing

O SMS Marketing ganhou fama de ser um pouco invasivo nos últimos anos graças aos envios de mensagens de cobrança, sem a autorização do usuário. Apesar disso, se usado com inteligência e parcimônia, pode ser uma poderosa ferramenta de marketing e comunicação. Pare e pense: grande parte dos aplicativos de delivery e de transporte particular usam essa estratégia para atrair e mobilizar novos usuários.

O envio de mensagens deve ser estratégico e incluir promoções ou algo de valor ao usuário. Além disso, é necessário sempre oferecer uma opção de saída, conhecida pelo mercado como opt-in. Caso contrário, a empresa pode até ser autuada pela Anatel ou denunciada pelo próprio usuário. A taxa de abertura de SMS é impressionante, podendo chegar até a 98%. Portanto, se a pessoa autorizar entrar em alguma lista de cadastro, utilize o recurso com estratégia.

QR Code Marketing

O código de barra em 2D, conhecido como QRcode, tem sido utilizado em diversas campanhas de marketing para oferecer uma experiência inovadora ao consumidor, seja com o acesso a um conteúdo de realidade virtual ou uma página com conteúdos interativos. A verdade é que as possibilidades são várias: por meio da câmera do celular, é possível captar esse código e levar o usuário a acessar mais informações sobre um determinado produto ou serviço, ou fornecer até mesmo uma experiência de compra totalmente diferente e atrativa ao consumidor.

E-mail marketing responsivo

O e-mail marketing se constitui como uma das principais estratégias de marketing digital. Como o SMS, o conteúdo chega ao usuário sem intermediários, diferentemente das redes sociais, recheadas de algoritmos. É por este motivo que ele é usado para oferecer algo de valor ao usuário, dependendo da sua jornada de compra. Mas as empresas não dão a devida atenção ao fato dos textos e do layout estarem adequados aos dispositivos móveis. É necessário que o conteúdo seja responsivo, ou seja, se adapte a diferentes telas automaticamente.

Sites responsivos

Assim como o e-mail marketing, o site da empresa também precisa se adequar aos dispositivos móveis para garantir uma boa experiência ao usuário. Por vezes, o primeiro contato do consumidor é por meio do site corporativo, e negligenciar esse fato pode afastar potenciais clientes. No caso dos sites, ainda há mais um atributo: a responsividade é um fator de rankeamento utilizado por buscadores como o Google para definir os portais mais relevantes.

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Senado aprova acordo que permite uso da base de Alcântara pelos Estados Unidos
Brasil

Senado aprova acordo que permite uso da base de Alcântara pelos Estados Unidos

O senador Roberto Rocha (PSDB-MA) apresentou relatório favorável ao acordo com os Estados Unidos.

Pesquisadores baianos desenvolvem estudo para degradar petróleo
Ciência e Tecnologia

Pesquisadores baianos desenvolvem estudo para degradar petróleo

Devido aos recentes acontecimentos com o óleo encontrado nas praias do Nordeste, os pesquisadores decidiram t...

Astronomia

Passagem de Mercúrio em frente ao Sol cria mini eclipse

Fenômeno só voltará a ocorrer em 2032.

Vídeo

I Feirão da Casa do Trabalhador atrai centenas de candidatos e gera tumulto Veja mais Vídeos ›

Podcast

Ouça o Programa desta quarta-feira 13.11:
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram