Acorda Cidade - Dilton Coutinho

  • SECOM
  • SECOM
24 de Fevereiro de 2020
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Economia

Todas as notícias
Publicado em 09/10/2019 11h47.

Custo de cesta de compras de famílias com renda mais baixa cai 0,05%

Em agosto, o INPC havia registrado inflação de 0,12%. Com o resultado de setembro, o índice acumula 2,63% no ano e 2,92% em 12 meses.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Custo de cesta de compras de famílias com renda mais baixa cai 0,05%
Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Acorda Cidade

Agência Brasil - O Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que mede a variação da cesta de compras de famílias com renda até cinco salários mínimos, teve deflação (queda de preços) de 0,05% em setembro. É a menor taxa para o mês desde 1998 (-0,31%).

Em agosto, o INPC havia registrado inflação de 0,12%. Com o resultado de setembro, o índice acumula 2,63% no ano e 2,92% em 12 meses.

Em setembro, o INPC anotou queda de preços mais acentuada que o IPCA, que é o índice de preços oficial e que teve deflação de 0,04%. Apesar disso, em 12 meses, o INPC acumula inflação mais alta que o IPCA (2,89%).

Em setembro, os alimentos tiveram queda de preços de 0,42%, enquanto os produtos não alimentícios registraram inflação de 0,11%.


 

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Economia

Marcado pelo turismo, carnaval deve movimentar R$ 8 bi na economia

Pelo menos 36 milhões de brasileiros devem curtir a festa

Greve não impacta preço dos combustíveis, diz Petrobras
Economia

Greve não impacta preço dos combustíveis, diz Petrobras

Presidente da estatal comentou os resultados financeiros da empresa

Arrecadação de impostos de R$ 174,9 bi é recorde para mês de janeiro
Economia

Arrecadação de impostos de R$ 174,9 bi é recorde para mês de janeiro

O valor é 4,69% maior que o registrado em 2019

Vídeo

Funcionários terceirizados do Fórum Filinto Bastos paralisam as atividades Veja mais Vídeos ›

Podcast

Ouça o Programa desta sexta-feira 21.02:
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram