Acorda Cidade - Dilton Coutinho

  • SECOM - BAHIA AQUI É TRABALHO
13 de Novembro de 2019
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Mundo

Todas as notícias
Publicado em 09/10/2019 09h04.

Nobel de Química é de 3 cientistas que criaram bateria para celular

Anúncio foi feito hoje (9) em Estocolmo, na Suécia.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra

Acorda Cidade

Agência Brasil - O Prêmio Nobel de Química 2019 foi concedido hoje (9) a três cientistas - John B. Goodenough (americano), M. Stanley Wittingham (britânico) e Akira Yoshino (japonês) - pelo desenvolvimento de baterias para telefones celulares (íon de lítio).

O anúncio foi feito em Estocolmo, na Suécia, pela Real Academia de Ciências. A informação foi dada pelo secretário geral da academia, Goran Hansson. Os ganhadores dividirão R$ 3,7 milhões.

Bateria de íon de lítio é um tipo de bateria recarregável muito utilizada em equipamentos eletrônicos portáteis, como celulares, por exemplo.

Armazenam o dobro de energia que uma bateria de hidreto metálico de níquel e três vezes mais que uma bateria de níquel cádmio.

Nobel de Física

Os estudos no campo do Cosmos de James Peebles, por um lado, e de Michel Mayor e Didier Queloz, por outro, foram premiados ontem (8), em Estocolmo, com o do Nobel da Física.

Eles dividirão o prêmio equivalente a R$ 3,72 milhões.

Peebles é canadense e os outros dois cientistas nasceram na Suíça.

Phillip James Edwin Peebles é um físico de 84 anos. Nascido no Canadá, tem também nacionalidade norte-americana.

Michel Mayor é um astrônomo suíço de 77 anos. Em 1995, descobriu o primeiro planeta extra-solar, o 51 Pegasi.

Didier Queloz, que descobriu com Michel Mayor o Pegasi, tem 53 anos. Os astrônomos usaram o método de velocidade radial no Observatório de Genebra.

Foi essa descoberta que deu aos três o Nobel de Física.

O Prêmio Nobel da Física 2019 foi atribuído aos três cientistas por novas teorias em cosmologia e pela descoberta do planeta extra-sistema solar na órbita de uma estrela como o Sol.

Na primeira manifestação após o anúncio da premiação, os dois cientistas suíços declararam que “este prêmio é simplesmente extraordinário”.

Num comunicado da Universidade de Genebra, Michel Mayor e Didier Queloz relembram a “excitação” de 1995, quando descobriram o planeta fora do nosso sistema solar.

“Essa descoberta é a mais excitante de toda a nossa carreira e agora sendo ela recompensada com um Prêmio Nobel é simplesmente extraordinário”, afirmam os cientistas suíços.

Nobel de Medicina

O Prêmio Nobel de Medicina de 2019 foi concedido aos cientistas William G. Kaelin Jr., Sir Peter J. Ratcliffe e Gregg L. Semenza “pelas suas descobertas de como as células sentem e se adaptam à disponibilidade de oxigênio”. O anúncio foi feito dia 7 em Estocolmo, na Suécia.

Na página oficial do Twitter, a organização do Nobel anuncia os três vencedores com um trabalho que “revela os mecanismos moleculares que demonstram como as células se adaptam às variações no fornecimento de oxigênio”.

Os vencedores são dois norte-americanos e um inglês. William Kaelin, nascido em 1957, em Nova Iorque, é especialista em medicina interna e oncologia. Gregg Semenza, também nascido em Nova Iorque, em 1955, é pediatra e o britânico Peter Ratcliffe, nascido em Lacashirem, em 1954, é perito em nefrologia.

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Brasil e China firmam acordos em áreas como política, comércio e saúde
Política

Brasil e China firmam acordos em áreas como política, comércio e saúde

Bolsonaro se reuniu hoje com presidente Xi Jiping em Brasília.

Internacional

Senadora da oposição declara-se presidente da Bolívia

Como segunda vice-presidente da Casa, Jeanine Añez entendeu que cabía a ela assumir o posto deixado vago por...

Internacional

Arábia Saudita habilita oito novos frigoríficos brasileiros

A autorização é voltada para a exportação de carne bovina.

Vídeo

I Feirão da Casa do Trabalhador atrai centenas de candidatos e gera tumulto Veja mais Vídeos ›

Podcast

Ouça o Programa desta quarta-feira 13.11:
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram