Acorda Cidade - Dilton Coutinho

  • Lab Sebrae Instagram
  • Lab Sebrae Instagram
15 de Novembro de 2019
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Mundo do trabalho

Todas as notícias
Publicado em 07/10/2019 11h46.

Confira as áreas com as maiores demandas de formação técnica até 2023 na Bahia

Bahia terá de qualificar 389.750 mil trabalhadores em profissões industriais até 2023.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Confira as áreas com as maiores demandas de formação técnica até 2023 na Bahia
Foto: Ângelo Pontes/Coperphoto

Andrea Trindade

A Confederação Nacional da Indústria (CNI), através do Senai Nacional, identificou onde estarão as vagas no mercado de trabalho no futuro. A pesquisa, denominada Mapa do Trabalho Industrial, mostra que a Bahia terá de qualificar 389.750 trabalhadores em ocupações industriais nos níveis superior, técnico, qualificação e aperfeiçoamento entre 2019 e 2023.

O estudo mostra também que metalmecânica e energia estão entre as áreas que mais vão exigir capacitação no estado. Além disso, existe também uma demanda nos níveis superior e de qualificação.

De acordo com o Senai, “a demanda prevista pelo estudo inclui, em sua maioria, o aperfeiçoamento (formação continuada) de trabalhadores que já estão empregados. Em parcela menor (26%) estão aqueles que precisam de capacitação para ingressar no mercado de trabalho (formação inicial). Nesse grupo estão pessoas que vão ocupar tanto novas vagas quanto postos já existentes e que se tornam disponíveis devido a aposentadoria, entre outras razões”.

O gerente do Senai Feira de Santana Antonyony Santana ressaltou em entrevista ao Acorda Cidade que por conta desse demanda é preciso começar a treinar os trabalhadores agora.

“Esse mapa do trabalho é considerado um dos principais norteadores do Senai na condução da oferta dos seus cursos. Esse mapa ajuda agente a definir cursos, estratégias, formação de professores para ofertar cursos em que a população vai ser beneficiada e vai encontrar trabalho mais fácil segundo estudos da própria CNI. Esses números significam que nós temos que começar a preparar esse trabalhadores agora, o Senai já está pronto para olhar com esses profissionais. Na prática, significa dizer que quanto mais cedo os profissionais se qualificarem mais cedo, eles terão oportunidade de trabalho e significa também que esses profissionais estarão aptos e poderão concorrer com outro profissionais de forma diferenciada porque estarão qualificados pelo Senai”, informou o coordenador, destacando que o profissional formado pelo Senai tem mais de 80% de ocupação após o primeiro ano de conclusão do curso técnico.

Formação de técnicos

Conforme o Mapa do Trabalho Industrial, “as áreas que mais vão demandar a capacitação de profissionais com formação técnica na Bahia são transversais; metalmecânica; energia e telecomunicações; eletroeletrônica; e construção. Profissionais com qualificação transversal trabalham em qualquer segmento, como técnicos em eletrotécnica e técnicos de controle da produção”.

Cursos técnicos têm carga horária entre 800h e 1.200h (1 ano e 6 meses) e são destinados a alunos matriculados ou egressos do ensino médio. Ao término, o estudante recebe um diploma.

Conforme explica o Senai, o “Mapa do Trabalho Industrial é elaborado a partir de cenários que estimam o comportamento da economia brasileira e dos seus setores; projeta o impacto sobre o mercado de trabalho e estima a demanda por formação profissional industrial (formação inicial e continuada). As projeções e estimativas são desagregadas no campo geográfico, setorial e ocupacional, e servem como parâmetro para o planejamento da oferta de cursos da instituição”.

Com informações do portal da Indústria e da Gerência de Comunicação Institucional Fieb

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Mundo do Trabalho

CNI e Senai listam 30 profissões promissoras para a indústria 4.0

O setor automotivo está entre os que mais demandará profissionais para vagas ligadas à transformação digi...

Mundo do trabalho

Em uma entrevista, como falar das experiências anteriores?

Segundo pesquisa, alguns jovens ainda mentiriam e ressaltariam coisas ruins dos antigos empregos.

Estágio x emprego: entenda a diferença!
Mundo do Trabalho

Estágio x emprego: entenda a diferença!

A modalidade não se configura como um trabalho formal, mas uma atividade voltada ao aprendizado.

Vídeo

I Feirão da Casa do Trabalhador atrai centenas de candidatos e gera tumulto Veja mais Vídeos ›

Podcast

Ouça o Programa desta sexta-feira 14.11:
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram