Acorda Cidade - Dilton Coutinho

  • SECOM
14 de Outubro de 2019
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Bahia

Todas as notícias
Publicado em 20/09/2019 06h28.

Campanha contra raiva é suspensa na Bahia após atraso de laboratório na entrega de vacinas

A previsão de normalização é em novembro.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Campanha contra raiva é suspensa na Bahia após atraso de laboratório na entrega de vacinas
Foto: Valdenir Lima/ Secom

Acorda Cidade

A campanha de imunização de cães e gatos contra a raiva foi suspensa temporariamente na Bahia, segundo informações da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab). A estratégia seria realizada neste mês.

O anúncio foi feito depois que o laboratório fornecedor da vacina antirrábica atrasou a entrega para o Ministério da Saúde e, no repasse, o estado recebeu apenas 16% do que era esperado para o período.

Por meio de nota, o Ministério divulgou que, com esse atraso, a estratégia de imunização deste ano foi alterada para priorizar municípios com maior risco de epidemia da doença e a Bahia não é um deles. A previsão de normalização é em novembro.

De acordo com a Sesab, o Estado esperava a chegada de 2,5 milhões de vacinas neste mês, mas só chegaram 400 mil unidades. No entanto, não há desabastecimento.

Em Salvador, segundo a Secretaria Municipal da Saúde (SMS), o último recebimento de vacina aconteceu dia 19 de agosto, mas o estoque disponível garante a continuação das vacinações diárias no município.

Em nota, a SMS ressalta ainda que o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) e o Hospital de Medicina Veterinária Renato R. de Medeiros Neto, da Universidade Federal da Bahia (UFBA), realizarão uma atividade no sábado (28), quando é celebrado o Dia Mundial de Combate à Raiva.

Essa atividade, conforme o comunicado, contemplará vacinação antirrábica gratuita dos cães e gatos, avaliação clínica de animais suspeitos de esporotricose e realização de ações educativas para a guarda responsável de animais e prevenção de zoonoses.

Na Bahia, segundo a Sesab, o último caso de raiva ocorreu em 2017, quando um homem morreu após ser mordido por um morcego, na cidade de Paramirim. Já em salvador, o último caso de raiva humana ocorreu em 2004 e foi transmitida por cachorro.

Fonte: G1

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Governo da Bahia assina decreto de emergência para apoio a cidades atingidas por manchas de óleo no estado
Bahia

Governo da Bahia assina decreto de emergência para apoio a cidades atingidas por manchas de óleo no estado

Objetivo é liberar recursos para os municípios de Lauro de Freitas, Camaçari, Entre Rios, Esplanada, Conde ...

Márcia Fellipe critica canonização de Irmã Dulce e gera revolta na web
Bahia

Márcia Fellipe critica canonização de Irmã Dulce e gera revolta na web

Cantora falou para fãs não se enganarem: 'Santo só o senhor Jesus Cristo'.

Setur apoia MTur em pesquisa sobre perfil do turista estrangeiro
Bahia

Setur apoia MTur em pesquisa sobre perfil do turista estrangeiro

Os pesquisadores estarão nas áreas internas de embarque e desembarque internacional dos aeroportos.

Vídeo

Incêndio em oficina destrói veículos e assusta moradores do bairro Pedra do Descanso Veja mais Vídeos ›

Podcast

Ouça o Programa desta Segunda-Feira 14.10:
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram