Acorda Cidade - Dilton Coutinho

17 de Abril de 2021
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Feira de Santana

Todas as notícias
Publicado em 18/09/2019 15h18.

Lançamento da Semana Nacional de Trânsito chama atenção para prevenção de acidentes

Brasil gasta cerca de 52 bilhões de reais por ano com acidentes de trânsito.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Lançamento da Semana Nacional de Trânsito chama atenção para prevenção de acidentes
Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

Daniela Cardoso 

Nesta quarta-feira (18) foi lançada a Semana Nacional de Trânsito de Feira de Santana com a realização do I Seminário Estadual sobre municipalização e segurança no Trânsito. Um dos palestrantes do evento, José Aurélio Ramalho, que é presidente do observatório de Segurança da Bahia, destacou que a grande maioria dos acidentes é causado pelo fator humano. Segundo ele, o Brasil gasta cerca de 52 bilhões de reais por ano com acidentes de trânsito.

“São escolhas equivocadas, então não é acidente. A pessoa que escolheu andar acima do limite de velocidade, ela que escolheu usar o celular, não usar o cinto de segurança. Morre uma pessoa a cada 15 minutos e a cada minuto uma pessoa fica sequelada permanentemente no Brasil. Os números são avassaladores. Se você for a qualquer hospital, no pronto atendimento, 70% dos internados são acidentados de trânsito. Os acidentes de trânsito também é o primeiro item de afastamento do trabalho”, informou, acrescentando que para melhorar essa situação, precisa haver a conscientização da sociedade.

“A mesma população que hoje recicla o lixo, que está aprendendo a não usar o canudo de plástico porque faz mal ao meio ambiente, é a mesma sociedade que vai ter que um dia aprender a parar na faixa de pedestre, a respeitar o limite de velocidade, a não falar ao celular enquanto dirige, a não beber e dirigir. Depende somente do cidadão”, destacou.

Redução dos pontos na certeira

Sobre a proposta para redução de pontos na carteira de habilitação, o presidente do observatório de Segurança da Bahia afirmou que é contra a medida.

“A multa é uma penalidade, não é uma taxa. A multa é um acidente que não aconteceu. O estado não entra no carro da pessoa e pede pra ela cometer uma infração de trânsito para ela ser multada. É a pessoa que comente uma coisa errada e a penalidade tem que existir”, afirmou.

Tempo da habilitação para 10 anos

Com relação a proposta de aumentar a validade do documento de habilitação de cinco para 10 anos, José Aurélio Ramalho afirmou que também não concorda. Segundo ele, a habilitação tem que ser associada a idade do condutor.

“Quanto mais velha a pessoa fica, mais exames deveriam ser exigidos para avaliar a mobilidade, o deslocamento. Uma pessoa com 60 anos de idade às vezes tem algumas doenças pré-estabelecidas que podem comprometer a habilidade de dirigir”.

Principais infrações de trânsito na Bahia

O presidente do Contran na Bahia, Warney Andrade, também participou do evento. Ele explicou as atribuições do órgão e falou sobre as principais infrações de trânsito cometidas pelos condutores baianos.

“O Contran é o órgão máximo de trânsito do estado. Ele tem coordenação de todos os outros órgãos. Trabalhamos muito com municipalização e com processo de julgamento em segunda estância. Hoje temos uma média de 3 mil processos julgando. As principais infrações cometidas pelos baianos são evasão de sinal, estacionamento em passeio, falta de utilização do cinto, entre outras. É uma variedade grande infrações”, comentou.

Municipalização do trânsito

O superintendente municipal de trânsito, Maurício Carvalho, destacou a importância dos temas abordados durante o seminário, que foram municipalização e segurança no trânsito. A municipalização do trânsito é a integração do município ao Sistema Nacional de Trânsito (SNT), adquirindo a responsabilidade sobre o trânsito da cidade, para planejamento, projeto, operação, fiscalização e educação de trânsito.

“Uma quantidade muito pequena de municípios aderiu ao Sistema Nacional de Trânsito e precisamos sensibilizar os gestores para que muito mais municípios integrem o sistema. Na Bahia hoje são 66 municípios, no Brasil são apenas 29% dos municípios que aderiram esse sistema e precisamos de uma sensibilização para atingir mais cidades, pois quando existe um órgão gestor para fazer cumprir o Código de Trânsito Brasileiro, a probabilidade da fiscalização é muito maior, a probabilidade de se cobrar a execução das normas é grande e quando isso não acontece, o trânsito fica vulnerável com maior possibilidade de acidentes e mortes”, salientou.

Atenção para condutores de moto

O coordenador da 3ª Ciretran em Feira de Santana, Silvio Dias, falou sobre a importância do evento e destacou a preocupação com o grande número de veículos de duas rodas existentes em Feira de Santana.

“Temos em Feira de Santana um número muito grande de veículos duas rodas e é uma preocupação da Semana do Trânsito falar diretamente com esse condutor para conscientizá-lo de que sua atitude no trânsito é que vai ter um resultado positivo ou negativo em termos de acidentes. Um evento como é esse é único para a nossa cidade, envolve órgãos federais, estaduais e municipais, todos em busca de discutir a municipalização e segurança do trânsito. É um evento que com certeza trará resultados positivos para a nossa cidade e região, que vive um problema grave relacionado a questão dos acidentes”, declarou.

Com informações do repórter Ed Santos do Acorda Cidade
 

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Presidente do consórcio que administra o Shopping Popular diz que comerciantes precisam saber dialogar
Feira de Santana

Presidente do consórcio que administra o Shopping Popular diz que comerciantes precisam saber dialogar

Para Elias Tergilene, as pessoas que estão insatisfeitas precisam sentar com uma pauta definida.

Lockdown: apenas serviços essenciais funcionam neste fim de semana
Feira de Santana

Lockdown: apenas serviços essenciais funcionam neste fim de semana

O comércio de Feira de Santana estará fechado.

Veja a lista atualizada de casos de covid-19 por bairros e localidades
Feira de Santana

Veja a lista atualizada de casos de covid-19 por bairros e localidades

A relação foi elaborada pela Vigilância Epidemiológica

Vídeo

Idosos e acompanhantes se aglomeram em fila de vacina na UBS do Dispensário Santana Veja mais Vídeos ›

Facebook

Instagram