Acorda Cidade - Dilton Coutinho

22 de Janeiro de 2020
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Dilton e Feito

Todas as notícias
Publicado em 11/09/2019 07h04.

TSE mantém cassação do mandato de Rosinha Garotinho

A decisão também manteve a inelegibilidade dos dois políticos por oito anos.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
TSE mantém cassação do mandato de Rosinha Garotinho
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirmou, na sessão de ontem (10), a cassação dos mandatos de Rosinha Garotinho e de Francisco de Oliveira, ex-prefeita e ex-vice-prefeito de Campos dos Goytacazes, no norte fluminense, em 2012, pela prática de abuso de poder político e uso indevido de meios de comunicação na campanha eleitoral. A decisão também manteve a inelegibilidade dos dois políticos por oito anos. Os ministros do TSE negaram três recursos propostos por Rosinha e Francisco contra as sanções aplicadas pelo Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ). Eles votaram ainda pelo provimento de recurso apresentado pelo Ministério Público Eleitoral (MPE).Acompanharam, na íntegra, o voto do relator Herman Benjamin, os ministros Alexandre de Moraes, Edson Fachin e a presidente do tribunal, ministra Rosa Weber.

Em seu voto, Herman Benjamin, ao rejeitar os recursos interpostos por Rosinha e Francisco, endossou a decisão do TRE do Rio, que constatou abusos no desvirtuamento da propaganda institucional do município, veiculada no site da prefeitura de Campos. De acordo com o MPE, a publicidade institucional teria propagado obras feitas pela administração municipal como se fossem realizações pessoais de Rosinha, com o único objetivo de promover a reeleição ao cargo.O relator também votou pelo provimento do recurso do Ministério Público Eleitoral. Na ação, o MPE acusou os dirigentes municipais de contratarem 1.166 funcionários temporários para a prefeitura em julho de 2012, ou seja, em período vedado pela legislação eleitoral. O TRE-RJ havia rejeitado a investigação judicial eleitoral do MPE sobre essa questão, por considerar que as contratações teriam ocorrido em data não proibida pela legislação. As informações são da Agência Brasil.

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Rui Costa retorna aos trabalhos na Governadoria após cirurgia
Política

Rui Costa retorna aos trabalhos na Governadoria após cirurgia

A Secom informou ainda que não há prazo para o governador retomar a agenda externa.

'Persona non grata', Coronel terá que driblar barreira para compor com PT, PCdoB e PSB
Política

'Persona non grata', Coronel terá que driblar barreira para compor com PT, PCdoB e PSB

'Nesse momento não sei que tipo de conversa teríamos', alfinetou Silvio Humberto, presidente do PSB em Salva...

Regina Duarte diz que está de 'corpo e alma' com o governo e que terá 'muito trabalho pela frente'
Política

Regina Duarte diz que está de 'corpo e alma' com o governo e que terá 'muito trabalho pela frente'

Ela ainda não aceitou formalmente o convite do presidente Jair Bolsonaro para assumir a Secretaria Especial d...

Vídeo

Enfermeira sequestrada em shopping de Feira de Santana é encontrada em Salvador Veja mais Vídeos ›

Podcast

Ouça o Programa desta terça-feira 21.01:
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram