Acorda Cidade - Dilton Coutinho

24 de Janeiro de 2020
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Polícia

Todas as notícias
Publicado em 08/09/2019 18h49.

PRF detém motorista após causar acidente na BR-324 e abandonar vítima ferida

O condutor foi identificado e localizado após minuciosa investigação dos agentes federais.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
PRF detém motorista após causar acidente na BR-324 e abandonar vítima ferida
Foto: Divulgação/PRF

Acorda Cidade

Na tarde de sábado (07), por volta das 13h00, uma equipe da Polícia Rodoviária Federal foi informada sobre um acidente ocorrido no Km 613 da BR-324, trecho de Salvador.

Ao chegar ao local os agentes federais encontraram sobre a via, um homem com ferimentos graves. Em um primeiro momento e considerando a gravidade da situação, a vítima foi socorrida e prestado os primeiros socorros, sendo conduzida pelo Samu ao Hospital do Subúrbio.

Foto: Divulgação/PRF

De acordo com as informações levantadas no local do acidente, a vítima era passageiro de um caminhão de cor vermelha, que acabou colidindo na traseira de outro caminhão na rodovia, porém, segundo as testemunhas, ambos os condutores evadiram-se do local sem prestar qualquer auxílio a vítima.

Em continuidade a ocorrência, os PRFs foram informados que o caminhão envolvido no acidente encontrava-se abandonado na região do Centro de Industrial de Aratu (CIA). A equipe logrou êxito na localização do veículo VW/24.250 que apresentava avarias.

Logo em seguida, o motorista foi localizado e detido pelos policiais. Ao ser submetido ao teste com etilômetro, comprovou-se a embriaguez, cujo resultado aferiu 0,09 mg/L (miligramas de álcool por litro de ar expelido dos pulmões).

Questionado, o homem de 24 anos, disse que fugiu do local por ter ficado nervoso e não possuir CNH. Após consulta ao sistema de dados, foi constatado que o detido possuía em seu desfavor um mandado de prisão em aberto decorrente de processo pelo crime de lesão corporal com agravante, previsto na Lei Maria da Penha.

Compareceram na unidade policial de Simões Filho, duas mulheres, as quais relataram estarem como ‘carona’ e disseram que o motorista manuseava o celular no momento em que ocorreu o acidente. Informaram ainda, que o caminhão estava com excesso de passageiros na cabine e ainda o condutor transportava mais um ocupante no compartimento de cargas.

O outro veículo envolvido no acidente também foi localizado e o motorista relatou que transitava na rodovia quando foi surpreendido com o forte impacto na traseira do caminhão. Disse que ao perceber a fuga do motorista causador do acidente, saiu em seu encalço.

Dada às circunstâncias foi dada voz de prisão em flagrante ao motorista de iniciais G.J.C.J e à ocorrência foi encaminhada à Polícia Judiciária local, para os procedimentos legais. Entre os crimes praticados está o de Omissão de Socorro e Lesão Corporal Culposa na direção de veículo automotor.

Os familiares da vítima estiveram na UOP e ficaram extremamente gratos com a atitude da equipe de policiais e agradeceram os cuidados dispensados na condução do ocorrido.

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

SSP promove 310 policiais militares à patente de sargento
Polícia

SSP promove 310 policiais militares à patente de sargento

Os formandos, durante três meses, fizeram o Curso Especial de Formação de Sargentos Policiais Militares, co...

Polícia Civil apreende parte de carga de medicamentos avaliada em mais de meio milhão de reais
Polícia

Polícia Civil apreende parte de carga de medicamentos avaliada em mais de meio milhão de reais

Segundo Gustavo Coutinho, a carga inclui diversos tipos de medicamentos como analgésico e anti-inflamatórios...

Acusado de matar promotor de eventos Christy Helmayd é condenado a 17 anos de prisão
Polícia

Acusado de matar promotor de eventos Christy Helmayd é condenado a 17 anos de prisão

Gladson Bezerra de Lima foi condenado a 17 anos de prisão em regime fechado a ser cumprindo no Conjunto Penal...

Vídeo

Veja o momento da chegada ao HGCA dos suspeitos de participação em sequestro Veja mais Vídeos ›

Podcast

Ouça o Programa desta sexta-feira 24.01:
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram