Acorda Cidade - Dilton Coutinho

  • SECOM
16 de Setembro de 2019
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Saúde

Todas as notícias
Publicado em 06/09/2019 11h19.

Sobe para quatro o número de casos confirmados de sarampo na Bahia

Pacientes tiveram contato com vírus em outros estados, segundo Sesab. Mais 103 casos estão sob investigação.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Sobe para quatro o número de casos confirmados de sarampo na Bahia
Foto: Susan Hortas/Divulgação

Acorda Cidade

O número de casos confirmados de sarampo na Bahia subiu de 3 para 4, segundo o último balanço da doença, divulgado pela Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) nesta quinta-feira (5).

Segundo a Sesab, todos os pacientes diagnosticados com sarampo na Bahia contraíram o vírus fora do estado. Há casos importados da Espanha, São Paulo e Minas Gerais.

Entre os pacientes está uma menina de 12 anos, que mora em Salvador. Além dela, dois casos foram registrados em Porto Seguro, no sul do estado, e o outro em Souto Soares, na Chapada Diamantina. Conforme a Sesab, além dos casos confirmados, há 103 sob investigação.

Na Bahia, segundo a Sesab, a cobertura da 1ª dose da vacina está em 63%, porém, deveria ter alcançado 95%. A 2ª dose tem cobertura vacinal de apenas 49% no estado.

A Bahia ainda não tem registro de mortes pela doença neste ano, contudo, 4 casos já foram registrados em outros pontos do país.

Em alerta divulgado na quarta-feira (4), a Sesab chama atenção de baianos que estão com viagem marcada para São Paulo, estado em que há maior incidência de casos. A orientação é de que todos se vacinem contra o vírus antes de viajar.

O esquema de vacina por idade para o atual cenário epidemiológico, orientado pelo Ministério da Saúde, é o seguinte:

De 6 a 11 meses: A criança deve receber a dose zero da vacina Tríplice Viral, que protege contra sarampo, rubéola e caxumba

12 meses : 1ª dose da vacina Tríplice Viral

15 meses: 2ª dose da vacina Tríplice Viral

12 a 29 anos: Caso não tenha sido vacinado anteriormente, deve receber duas doses da vacina Tríplice Viral, com intervalo de 30 dias

30 a 49 anos: Caso não tenha sido vacinado anteriormente, deve receber uma dose da vacina Tríplice Viral

Fonte: G1

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Saúde

Pesquisadores demonstram beneficios do lítio para idosos com Alzheimer

Experimentos foram feitos em células humanas e de camundongos

Anvisa recebe contribuições para monitorar produtos para implantes
Saúde

Anvisa recebe contribuições para monitorar produtos para implantes

O objetivo da iniciativa é criar um painel eletrônico que permita a pesquisa de órteses e próteses e a com...

Aparelho portável facilita exames na retina
Saúde

Aparelho portável facilita exames na retina

O retinógrafo permite fazer o ‘upload’ (enviar informação para um computador remoto) da imagem para uma ...

Vídeo

Semana Espírita reúne centenas de pessoas em Feira Veja mais Vídeos ›

Podcast

Ouça o Programa desta Sexta-Feira 13.09 (Parte 01):
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram