Acorda Cidade - Dilton Coutinho

  • SECOM
18 de Fevereiro de 2020
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Dilton e Feito

Todas as notícias
Publicado em 24/08/2019 15h51.

Quatro estados pedem ajuda das Forças Armadas para combate a incêndios

Segundo o Ministério da Defesa, cerca 44 mil militares das Forças Armadas estão continuamente na Região Amazônica e poderão ser empregados nas operações.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Quatro estados pedem ajuda das Forças Armadas para combate a incêndios
Foto: Brasil Atual

O governo confirmou hoje (24) que os estados de Roraima, Rondônia, Tocantins e Pará pediram ajuda do Executivo federal para combater incêndios florestais. Segundo o Ministério da Defesa, cerca 44 mil militares das Forças Armadas estão continuamente na Região Amazônica e poderão ser empregados nas operações. A confirmação foi feita pelo ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, durante entrevista à imprensa. Salles participou de uma reunião na manhã deste sábado com o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva. Ontem (23), o presidente Jair Bolsonaro assinou o decreto que autoriza o emprego das Forças Armadas para ajudar no combate aos incêndios na Floresta Amazônica. O decreto de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) vale para áreas de fronteira, terras indígenas, unidades federais de conservação ambiental e outras áreas da Amazônia Legal.  Segundo o ministro da Defesa, a adesão dos governos locais é importante para que o trabalho de combate a crimes ambientais e a incêndios não se limitem às áreas federais. "É importante a adesão dos governos senão nós vamos ficar limitados às áreas federais, que são as unidades de conservação e as terras indígenas. Já é alguma coisa, mas não é o suficiente. Tem que ser uma união de todos. Todo mundo ajudando é melhor", disse o ministro. O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, disse que os estados terão apoio do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), órgãos que pertencem à pasta, para o combate aos incêndios. "Não é possível desenvolver atividades de fiscalização sem o apoio estadual. Com a GLO Ambiental tenho certeza que, com envolvimento do Ministério da Defesa, das Forças Armadas, teremos muita efetividade naquilo que já vínhamos tentando fazer com muita força desde o início do ano", afirmou. Segundo o Estado-Maior das Forças Armadas, que coordena as operações, as primeiras medidas foram tomadas neste sábado. Um helicóptero do Ibama e dois aviões de combate a incêndios serão enviados para Porto Velho.  Um centro de operações instalado no ministério coordena as ações. As informações são da Agência Brasil. 

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Lulinha diz que ainda não há orientação do DEM de Feira sobre qual pré-candidato a prefeito apoiar
Eleições 2020

Lulinha diz que ainda não há orientação do DEM de Feira sobre qual pré-candidato a prefeito apoiar

Um tanto confusas as afirmações do vereador, mas diante das indefinições do partido, também puderas.

José Ronaldo se recusa a comentar pré-candidatura de Targino Machado
Eleições 2020

José Ronaldo se recusa a comentar pré-candidatura de Targino Machado

Ao ser procurado pelo Acorda Cidade nesta segunda-feira (17) para comentar a decisão, Ronaldo disse que não ...

Governador não é gestor de operação. Não estudei pra isso, diz Rui sobre morte de miliciano
Política

Governador não é gestor de operação. Não estudei pra isso, diz Rui sobre morte de miliciano

A afirmação foi dada dois dias após o petista trocar acusações com o presidente Jair Bolsonaro (sem parti...

Vídeo

Vereador protocola ação no MP pedindo cancelamento do Carnaval de Salvador devido ao coronavírus Veja mais Vídeos ›

Podcast

Quadro Cá Entre Nós - 15.02 (Auto Confiança)
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram