Acorda Cidade - Dilton Coutinho

22 de Janeiro de 2020
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Brasil

Todas as notícias
Publicado em 12/08/2019 20h21.

Anatel: reclamações contra operadoras de telefonia cai 17,2% em junho

Todos os principais serviços de telecomunicações acompanhados pela Anatel apresentaram redução em junho de 2019.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Anatel: reclamações contra operadoras de telefonia cai 17,2% em junho
Foto: EBC

Acorda Cidade

Agência Brasil - O número de reclamações contra operadoras de telecomunicações encaminhados à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) em junho de 2019 caíram 17,2% em relação a maio. De acordo com os dados divulgados hoje (12) pela agência, em junho foram recebidas 218.356 reclamações nos canais de atendimento.

Todos os principais serviços de telecomunicações acompanhados pela Anatel apresentaram redução em junho de 2019. A telefonia fixa, com 44.686 reclamações, registrou queda de 22,1%. Em seguida foi a telefonia móvel pós-paga, com 76.340 reclamações, diminuição de 17,6%.

A TV por assinatura registrou 26.548 queixas, redução de 15,3%. Na banda larga fixa houve 41.867 reclamações, uma queda de 15,1%. A telefonia móvel pré-paga registrou 27.823 denúncias, redução de 12,4% menos em relação a maio.

Entre as operadoras, a TIM foi o maior alvo das reclamações dos consumidores na telefonia móvel pós-paga, com 40,2% das queixas e também na telefonia móvel pré-paga, registrando 48,7% do total das reclamações para esse serviço em junho.

Na TV por assinatura, a Claro aparece com o maior número de reclamações, com 46,6% das queixas. Na telefonia fixa a líder em reclamações foi a Oi, com 48,4%, enquanto que na banda larga fixa foi a Vivo, com 27,4%.

"Os principais motivos das reclamações registradas na Anatel contra prestadoras de telecomunicações foram erros de cobrança: foram 51,1% das queixas na TV paga, 45,5% na telefonia móvel pós-paga e 41,8% na telefonia fixa. Na banda larga fixa, o principal motivo das reclamações foi 'qualidade, funcionamento e reparo', 33,7% do total, e na telefonia móvel pré-paga foram queixas relativas a crédito, 31%", informou a agência.
 

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Anvisa orienta vigilâncias a fiscalizar interdição da Backer
Brasil

Anvisa orienta vigilâncias a fiscalizar interdição da Backer

Até agora, a Anvisa determinou o recolhimento total de quatro lotes produzidos pela Cervejaria Três Lobos, d...

Consumidores de todo o país podem consultar linhas pré-pagas pelo CPF
Brasil

Consumidores de todo o país podem consultar linhas pré-pagas pelo CPF

A consulta feita por meio do CPF que já estava valendo para os consumidores das regiões Norte, Nordeste e Ce...

Mais de 2 mil pessoas estão desalojadas no Espírito Santo
Brasil

Mais de 2 mil pessoas estão desalojadas no Espírito Santo

Sete pessoas morreram por causa das enchentes no estado

Vídeo

Colbert assume candidatura e diz que vai ganhar junto com Ronaldo Veja mais Vídeos ›

Podcast

Ouça o Programa desta quarta-feira 22.01:
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram