Acorda Cidade - Dilton Coutinho

  • Gov BA modelo de gestão
  • Gov BA modelo de gestão
23 de Agosto de 2019
Dólar: R$ 3,84 Euro: R$ 4,39
-17º -17º Feira de Santana
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Eventos Acadêmicos

Todas as notícias
Publicado em 06/08/2019 08h31.

Jornada Pedagógica na FTC debate possibilidades de uma educação em movimento

Em meio aos debates sobre os temas propostos, ocorreram reuniões de todos os colegiados.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Jornada Pedagógica na FTC debate possibilidades de uma educação em movimento
Foto: Divulgação

Acorda Cidade

“A criatividade é a inteligência se divertindo”. A citação atribuída ao Albert Einsten serviu de inspiração para os participantes da Jornada Pedagógica da FTC Feira de Santana, que começou no dia 29 de julho e terminou sábado (3/8)), com uma extensa programação nos três turnos, uma espécie de preparação do caminho a ser percorrido pelos estudantes e professores ao longo do semestre, que terá início no próximo dia 12. Em meio aos debates sobre os temas propostos, ocorreram reuniões de todos os colegiados.

Os desafios da educação têm mobilizado educadores de todas as áreas. Foi para debater as possibilidades de uma educação em movimento que professores e coordenadores da unidade intensificaram as discussões. Com o objetivo de planejar as atividades letivas baseadas na proposta de Currículo por Competências e Metodologias Ativas, eles estiveram reunidos durante seis dias com especialistas e participaram de palestras, oficinas e relatos de experiências.

Já na abertura do evento, a professora Marcly Amorim Pizzani, diretora do Centro Universitário FTC Feira de Santana, enfatizou a importância de mudanças, que segundo ela acontecem de um semestre para o outro e não mais em um espaço de dois ou três anos. “Não é à toa que a FTC já vem trabalhando a questão do que nos movimenta”, afirmou. A ideia do conhecimento em movimento norteou toda a jornada, conforme a professora Celi Mendes Rios, assessora pedagógica da Instituição e coordenadora do evento.

Efervescência e transitoriedade são movimentos comuns na atualidade, em que tudo muda o tempo inteiro. A partir dessa reflexão, a professora Joana Dourado, palestrante nos momentos iniciais da jornada, disse que o formato tradicional não funciona na contemporaneidade, referindo-se à educação. “A questão não é apenas usar metodologias para atrais os alunos – é também – mas apresentar um cenário de mundo onde o profissional tem que ser dinâmico e inovador, sempre disposto a aprender”, sugeriu.

Entre as discussões sobre métodos, relatos de experiências, atualização de normas, certificação google, bibliotecas virtuais, estágio obrigatório e tantas outras temáticas abordadas, chamou a atenção a abordagem sobre os desafios da saúde mental no cotidiano do ensino superior, por Ariana Bitencourt, e o uso de ferramentas tecnológicas na elaboração de avaliações, com Naan Cardoso. Ambas integrantes do corpo docente da Instituição, deram contribuição significativa para a capacitação dos professores de todas as áreas do conhecimento.

Um dos momentos mais marcantes do evento, sem dúvida, foi a apresentação das Boas Práticas do Projeto Integrador, como resultado do trabalho que já vem sendo desenvolvido pela FTC. “A Jornada Pedagógica como um todo foi muito instigante pelos debates proporcionados, a possibilidade de conhecermos o trabalho do outro e, sobretudo, como momento de alinhamento entre professores, coordenadores e Instituição”, avaliou o professor Rafael Brasil, do curso Sistemas de Informação. A professora Clécia Vasconcelos, do curso de Direito, ressaltou a diversidade dos assuntos abordados e a apresentação das boas práticas adotadas.

Sair do tradicional, integrar a partir de novos olhares, buscar novos caminhos, planejar. Estes foram os principais ensinamentos da jornada, principalmente como aprender novas práticas. Contar histórias, por exemplo, é um bom exercício em sala de aula, como ensinou Jardel Araújo, do Núcleo de Qualidade Acadêmica (NQA) da Rede FTC, que encerrou a programação na noite de sexta-feira (2) e manhã de sábado (3). Ele falou sobre o Storytelling, método que associa leitura, escrita, compreensão e argumentação.

“Todos nós somos contadores de histórias”, disse o professor Jardel, alertando que o método ativo é uma ferramenta para trabalhar Currículo por Competências, não para divertir os alunos. Segundo ele, é preciso aliar criatividade, motivação e conteúdo. A ideia agradou o diretor geral da Rede FTC, Cristiano Lôbo, que ressaltou a importância de quem faz a educação, principalmente em momentos de transformação como o atual. “Compartilhar o que aprendemos não tem preço”, finalizou. 

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Comissão de formandos realiza nesta quarta-feira, palestra sobre liderança inspiradora
Feira de Santana

Comissão de formandos realiza nesta quarta-feira, palestra sobre liderança inspiradora

O evento será realizado no Auditório do Instituto Pró Saber, na Rua Geogirna Erisman, 205.

Evento de Administração e Gestão de Pessoas será realizado por discentes da FAT
Eventos Acadêmicos

Evento de Administração e Gestão de Pessoas será realizado por discentes da FAT

As inscrições podem ser realizadas através do link.

Eventos Acadêmicos

Curso de Engenharia de Energias promove Semana Acadêmica

O evento que vai acontecer no Centro de Ciência e Tecnologia em Energia e Sustentabilidade, localizado no bai...

Vídeo

Veja vídeo em 3D de como ficará o Centro de Educação, no prédio do FTC Veja mais Vídeos ›

Podcast

CDL realiza entrega dos prêmios da campanha Liquida Feira 2019
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram