Acorda Cidade - Dilton Coutinho

22 de Janeiro de 2020
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Ciência e Tecnologia

Todas as notícias
Publicado em 26/07/2019 11h07.

Kaspersky identifica aumento de 60% em usuários atingidos por roubo de senhas em 2019

Foram identificados altos níveis de atividade desses ladrões na Europa e na Ásia, mas o malware também atingiu usuários na Rússia, Índia, Brasil, Alemanha e EUA.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Kaspersky identifica aumento de 60% em usuários atingidos por roubo de senhas em 2019
Foto: Divulgação

Acorda Cidade

O uso de malware para coletar as senhas dos internautas cresceu significativamente em 2019. De acordo com os dados da Kaspersky, o número de usuários que sofreram ataques envolvendo roubo de senhas atingiu um pico de 940 mil pessoas – um aumento de 60% em comparação com o primeiro semestre de 2018, quando este número foi de menos de 600 mil.

O roubo de senhas (Password Stealing Ware - PSW) é uma arma importante no kit dos cibercriminosos para sabotar a privacidade dos internautas. Este tipo malware obtém dados diretamente dos navegadores web das vítimas e utiliza vários métodos. Muitas vezes, essa informação é sensível e inclui detalhes de acesso para serviços online, bem como informações financeiras - senhas salvas, dados pessoais para preenchimento automático e detalhes de cartões de pagamento salvos.

Além disso, algumas famílias deste malware são projetadas ainda para roubar cookies de navegador, arquivos de um local específico (por exemplo, o desktop de um usuário). Além de dados de apps, como serviços de mensagens.

Nos últimos seis meses, a Kaspersky detectou altos níveis de atividade desses ladrões na Europa e na Ásia. Mas frequentemente, o malware atingiu usuários na Rússia, Índia, Brasil, Alemanha e EUA.

Um dos trojans Stealer mais difundidos é o Azorult multifuncional, que foi detectado em mais de 25% dos computadores em que a Kaspersky identificou um malware do tipo Trojan-PSW.

"Os internautas modernos estão cada vez mais ativos e contam com a internet para realizar tarefas rotineiras. Isso torna seus perfis digitais mais lucrativos para o criminoso, pois eles estão recheados de informações pessoais que serão monetizadas de várias maneiras depois. Ao armazenar com segurança suas credenciais, os consumidores podem usar os serviços online com a confiança de que suas informações não serão colocadas em risco. Para adicionar uma proteção maior, é possível usar uma solução de segurança para cuidar das senhas”, observa Alexander Eremin, pesquisador de segurança da Kaspersky.

Para garantir a segurança das senhas e credenciais digitais, já que infelizmente 44% dos brasileiros as compartilham, a Kaspersky recomenda:

• Tenha em mente que suas credenciais e senhas são tão pessoais quanto seus segredos. Sendo assim, não as compartilhe em hipótese alguma.
• Instale sempre as atualizações e correções dos programas instalados em seu dispositivo, pois isso é importante para fechar possíveis brechas de segurança que são usadas pelos cibercriminosos para infectar o dispositivo com malware.
• Se você ainda não conta com uma proteção, avalie as opções de gerenciados de senhas disponíveis e escolha uma solução confiável como o Kaspersky Password Manager, que além de proteger as credenciais, ainda armazena com segurança documentos como passaportes, carteiras de motorista e cartões bancários.

Saiba mais sobre como os cibercriminosos usam malware para roubar senhas e outras informações confidenciais em Securelist.com.

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Whatsapp foi o app mais baixado no Brasil e no mundo em 2019
Tecnologia

Whatsapp foi o app mais baixado no Brasil e no mundo em 2019

O documento mostrou também que os brasileiros estão em terceiro no ranking de quem mais passa tempo utilizan...

Usuários relatam instabilidade no WhatsApp neste domingo
Tecnologia

Usuários relatam instabilidade no WhatsApp neste domingo

Entre as principais reclamações citadas por internautas eram as falhas no envio de mídias como áudios e fi...

Avaaz diz que Youtube promove desinformação sobre mudanças climáticas
Internet

Avaaz diz que Youtube promove desinformação sobre mudanças climáticas

Plataforma já tem 2 bilhões de usuários em todo o mundo.

Vídeo

Colbert assume candidatura e diz que vai ganhar junto com Ronaldo Veja mais Vídeos ›

Podcast

Ouça o Programa desta quarta-feira 22.01:
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram