Acorda Cidade - Dilton Coutinho

24 de Janeiro de 2020
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Mundo

Todas as notícias
Publicado em 25/07/2019 08h37.

Coreia do Norte volta a lançar mísseis

Um dos mísseis foi disparado às 5h34 (horário local), e o outro, 23 minutos depois.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra

Acorda Cidade

Agência Brasil - A Coreia do Norte lançou hoje (25) dois mísseis de tipos ainda não identificados a partir de sua costa leste, informaram militares sul-coreanos. A informação foi confirmada por uma fonte governamental do Japão.

Segundo o Conselho do Estado-Maior da Coreia do Sul, os lançamentos foram feitos nas proximidades da cidade de Wonsan e rumo ao mar, com uma trajetória de 430 quilômetros.

"Nossas Forças Armadas estão monitorando de perto a situação", disse o órgão em comunicado citado pela agência sul-coreana de notícias Yonhap.

Um dos mísseis foi disparado às 5h34 (horário local), e o outro, 23 minutos depois.

A nota oficial acrescenta que tanto autoridades da Coreia do Sul como as dos Estados Unidos estão analisando as informações disponíveis para identificar os mísseis lançados.

Ainda segundo o comunicado, os dois mísseis caíram em águas do Mar do Japão, chamado de Mar do Leste pelas duas Coreias.

O último lançamento de mísseis pelos norte-coreanos havia ocorrido em maio e foi supervisionado pessoalmente pelo líder Kim Jong-un.

De acordo com a agência estatal de notícias norte-coreana KCNA, Kim, ao lado de comandantes do programa de mísseis do país, teria inspecionado na terça-feira um submarino recém-construído.

Programa nuclear
Esse foi o primeiro lançamento de um míssil pela Coreia do Norte desde o encontro entre Kim e o presidente americano, Donald Trump, na zona desmilitarizada entre as duas Coreias no final de junho. Os dois estão negociando o encerramento do programa nuclear do país asiático.

Na ocasião, Trump se tornou o primeiro presidente americano em exercício a pisar em território norte-coreano.

O novo encontro foi o mais recente marco na instável diplomacia entre ambos os países nos últimos dois anos, com Trump chamando Kim de "pequeno homem-foguete" e ameaças de destruição por parte da Coreia do Norte.

Aquele foi o terceiro encontro entre os presidentes dos dois países, depois da cúpula de Cingapura, em junho de 2018, e do encontro de Hanói, no Vietnã, em fevereiro passado, que terminou abruptamente após divergências entre os líderes.

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

China constrói hospital de 1 mil leitos como parte do esforço do país contra o novo coronavírus
Mundo

China constrói hospital de 1 mil leitos como parte do esforço do país contra o novo coronavírus

Previsto para ser inaugurado no dia 3 de fevereiro, hospital na cidade de Wuhan será dedicado ao tratamento d...

Galo a caminho de rinha na Índia tenta escapar e fere 'dono', que morre em seguida
Mundo

Galo a caminho de rinha na Índia tenta escapar e fere 'dono', que morre em seguida

Animal tinha lâminas amarradas nas pernas para serem usadas na briga. Objeto acabou ferindo o homem, que morr...

Coronavírus já matou 26 pessoas; OMS mantém alerta permanente
Mundo

Coronavírus já matou 26 pessoas; OMS mantém alerta permanente

Mais de mil casos suspeitos estão sendo investigados

Vídeo

Mulher perde móveis após chuva em Feira de Santana Veja mais Vídeos ›

Podcast

Ouça o Programa desta sexta-feira 24.01:
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram