Acorda Cidade - Dilton Coutinho

09 de Julho de 2020
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Variedades

Todas as notícias
Publicado em 20/07/2019 10h52.

'Risco de infestações de pragas urbanas não diminui no inverno', alerta biólogo

Vale lembrar que o controle de pragas só pode ser feito por profissionais ou empresas devidamente capacitadas.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
 'Risco de infestações de pragas urbanas não diminui no inverno', alerta biólogo
Foto: Reprodução

Acorda Cidade

O frio do inverno traz consigo a sensação de que ratos, baratas e mosquitos aparecem com menor frequência, mas não se engane. As baixas temperaturas podem até influenciar no ciclo de reprodução, das chamadas pragas urbanas, que fica mais espaçado, mas não significa que elas não estejam nos ambientes. Portanto, não é o momento de baixar a guarda, o ideal é não deixar de lado a prevenção.

O morador ou o administrador de condomínio ou empresa deve ter em mente, que o ideal é realizar dedetizações a cada três meses, ou seja, se a última foi no outono, está na hora de fazer o reforço. O biólogo Jailton Sobrinho explica que nesta época do ano os roedores são motivo de preocupação. “As condições ambientais de umidade e volume de água nas redes esgoto e terrenos baldios fazem com que estes animais se desloquem a procura de abrigo, normalmente edificações”.

Ainda segundo Sobrinho, “para quem mora em condomínio, o cuidado deve ser redobrado, já que o controle das pragas precisa ser feito em duas etapas”. A primeira nas áreas comuns, sob a responsabilidade do síndico ou administrador e a segunda, dentro de cada apartamento, eliminando o que ele chama de “atrativos”, como sobras de comida, por exemplo.

Vale lembrar que o controle de pragas só pode ser feito por profissionais ou empresas devidamente capacitadas. O responsável pelo serviço precisa ser legalmente constituído e licenciado pelos órgãos competentes de saúde e do meio ambiente. O tema, inclusive, é um dos destaques da feira que vai acontecer nos dias 26 e 27 deste mês, no Porto de Salvador, durante a Expo Síndico, maior evento nacional para o mercado de condomínios. A entrada é um quilo de alimento não perecível.

Entre os expositores, vale destacar a Associação Baiana de Empresas Controladoras de Vigilância Sanitária, a fiscalizar as atividades do setor no estado. Quem visitar o stand da AbcPrag vai “encontrar materiais informativos, profissionais disponíveis para tirar dúvidas sobre o controle de pragas, além de explicações sobre os serviços prestados pela entidade e distribuição de brindes”, explica Luiz Oliveira, presidente da AbcPrag.

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Após sofrer acidente na adolescência, jovem decide fazer enfermagem para se dedicar a cuidar das pessoas
Variedades

Após sofrer acidente na adolescência, jovem decide fazer enfermagem para se dedicar a cuidar das pessoas

Aos 23 anos, Victor Ramos atua como técnico em enfermagem em um posto de saúde

Deixar a Rede Globo pode ter sido a melhor coisa para Renato Aragão, afirma neurofilósofo
Variedades

Deixar a Rede Globo pode ter sido a melhor coisa para Renato Aragão, afirma neurofilósofo

O neurofilósofo, psicanalista e estudioso da mente humana Fabiano de Abreu analisa a saída de Renato Aragão...

Variedades

5 dicas aumentam seu condicionamento físico dentro de casa

Federação Internacional de Krav Magá cria série de treinos para a quarentena

Vídeo

Paciente do município de Ruy Barbosa recebe homenagem em Centro de Hemodiálise após vencer Covid-19 Veja mais Vídeos ›

Facebook

Instagram