Acorda Cidade - Dilton Coutinho

  • SECOM - BAHIA AQUI É TRABALHO
  • Lab Sebrae Instagram
18 de Novembro de 2019
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Educação

Todas as notícias
Publicado em 20/07/2019 10h06.

Programa qualifica jovens para ensinarem em escolas da rede pública

Ensina Brasil atua em parceria com universidades credenciadas pelo Ministério da Educação
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Programa qualifica jovens para ensinarem em escolas da rede pública
Foto: Divulgação/ Educa Mais Brasil

Acorda Cidade

Qualificar jovens brasileiros, que falam português fluentemente, para que possam ensinar na rede pública é o principal objetivo do programa Ensina Brasil – uma formação intensiva que aborda educação, didática e gestão escolar. A iniciativa é realizada em parceria com universidades credenciadas pelo Ministério da Educação (MEC).

Os participantes assistem aulas presenciais, recebem mentoria e são acompanhados por tutores que já têm experiência. Os encontros são mensais e visam desenvolver agentes de transformação na educação brasileira. Após a formação, os profissionais são enviados a escolas da rede pública de ensino ou órgãos governamentais para atuarem como professores, durante dois anos, e recebem remuneração pela atividade.
Inscrição no programa Ensina Brasil

O processo seletivo do Programa de Desenvolvimento de Lideranças possui cinco etapas. Inicialmente, o candidato deve preencher um formulário online e informar dados sobre histórico acadêmico, profissional de atividades extracurriculares. As demais etapas envolvem um teste de múltipla escolha, perguntas dissertativas, dinâmica em grupo de simulação de uma aula e entrevista.

A participação requer o enquadramento nos requisitos, entre eles a disponibilidade para morar fora da cidade de origem. Confira abaixo os demais requisitos do programa:

1. Ser brasileiro(a) nato(a) ou naturalizado(a);
2. Português fluente;
3. Ter curso superior completo ou previsão de graduação até dezembro de 2019*
4. Ter concluído a primeira graduação há, no máximo, 10 anos;
5. Ter diploma de graduação em licenciatura ou bacharelado reconhecido pelo MEC;
6. Ter disponibilidade para participar da formação inicial de 5 semanas (300 horas)
7. Ter disponibilidade para participar do programa de fevereiro de 2020 até dezembro de 2021 (trabalho remunerado);
8. Ter disponibilidade para morar fora de sua cidade por 2 anos, a partir de fevereiro de 2020
 

Fonte: Educa Mais Brasil

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Secretaria divulga selecionados para a 8ª Feira de Ciência, Empreendedorismo e Inovação da Bahia
Educação

Secretaria divulga selecionados para a 8ª Feira de Ciência, Empreendedorismo e Inovação da Bahia

Nesta edição da Feciba, foram submetidos 1002 projetos de iniciação científica, dos quais foram seleciona...

Solicitações para reaplicação do Enem devem ser feitas até hoje (18)
Educação

Solicitações para reaplicação do Enem devem ser feitas até hoje (18)

Pedidos são direcionados para quem se sentiu prejudicado na realização da prova.

Guia sobre alfabetização midiática para educadores é lançado em parceria entre Twitter e Unesco
Educação

Guia sobre alfabetização midiática para educadores é lançado em parceria entre Twitter e Unesco

No documento estão reunidos textos teóricos, planos de aula e estudos de caso.

Vídeo

I Feirão da Casa do Trabalhador atrai centenas de candidatos e gera tumulto Veja mais Vídeos ›

Podcast

Quadro Cá Entre Nós - 16.11
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram