Acorda Cidade - Dilton Coutinho

09 de Julho de 2020
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Polícia

Todas as notícias
Publicado em 11/07/2019 08h40.

Acusado de participação na morte do guarda municipal Marcus Vinícius é liberado do presídio

Segundo o advogado Armênio Seixas Junior, o Tribunal de Justiça da Bahia concedeu um habeas corpus devido ao excesso de prazo.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Acusado de participação na morte do guarda municipal Marcus Vinícius é liberado do presídio
Foto: Aldo Matos/Acorda Cidade/Arquivo

Acorda Cidade

Ganhou liberdade do Conjunto Penal de Feira de Santana na tarde de quarta-feira (10) um dos acusados de participação na morte do guarda municipal Marcus Vinícius Alves, no dia 2 de maio 2014 no Parque Lagoa Erivaldo de Cerqueira. Julio de Oliveira Ribeiro estava preso desde 2017. A prisão preventiva dele foi decretada no ano de 2015.

Segundo o advogado Armênio Seixas Junior, o Tribunal de Justiça da Bahia concedeu um habeas corpus devido ao excesso de prazo, pois o crime aconteceu em 2015, no mesmo ano a prisão dele foi decretada e durante esse período, ou seja, quatro anos, o judiciário não conseguiu formar a culpa dele e pronunciar para manda-lo a júri.

“Ele teve a prisão decretada há quatro anos, porém foi cumprida cerca de dois anos, então esse foi o tempo que ele esperou recolhido no presídio de Feira para ter um final no processo. Na terça foi concedida a ordem de habeas corpus, aja vista por unanimidade de todos os desembargadores, e foi cumprido no dia de quarta, pela tarde”, informou.

De acordo com o advogado Armênio Seixas Junior, Julio de Oliveira Ribeiro nega a autoria do crime. Ele afirma que há elementos nesse sentido, pois Julio tinha sofrido um acidente automobilístico, foi socorrido pelo Samu e não sabe dizer nem a motivação e nem a autoria desse crime. O advogado acredita que a Delegacia de Homicídios deve retomar as investigações para apontar o autor do homicídio.

“O inquérito e a investigação não trouxeram elementos suficientes para que o MP pudesse de maneira rápida e objetiva pronunciar e mandar ele a júri, pois durante o processo, até as próprias testemunhas oculares não puderam indicar com clareza que Julio foi autor ou participe desse crime”, destacou.
Um segundo acusado de participação na morte do guarda municipal Marcus Vinícius Alves permanece preso.

Com informações do repórter Aldo Matos do Acorda Cidade

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Mesmo com veto do presidente, detentos continuam usando máscaras no Conjunto Penal de Feira de Santana
Polícia

Mesmo com veto do presidente, detentos continuam usando máscaras no Conjunto Penal de Feira de Santana

Conjunto Penal segue normas e procedimentos específicos e mantém a utilização de máscaras com o intuito d...

 Embasa vai recorrer de decisão do TJ-BA sobre redução de taxa de esgoto em Feira de Santana
Feira de Santana

Embasa vai recorrer de decisão do TJ-BA sobre redução de taxa de esgoto em Feira de Santana

Caso o mérito sobre a aplicabilidade da tarifa definida na lei municipal venha a ser julgado em definitivo pe...

Jovem é morto no bairro Cidade Nova; número de homicídios no ano sobe para 200
Feira de Santana

Jovem é morto no bairro Cidade Nova; número de homicídios no ano sobe para 200

Crime ocorreu na noite de quarta-feira (8) enquanto a vítima conduzia uma motocicleta.

Vídeo

Paciente do município de Ruy Barbosa recebe homenagem em Centro de Hemodiálise após vencer Covid-19 Veja mais Vídeos ›

Facebook

Instagram