Acorda Cidade - Dilton Coutinho

  • SECOM
20 de Setembro de 2019
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Variedades

Todas as notícias
Publicado em 19/06/2019 09h29.

11 maneiras de combater a ansiedade

Uma em cada três pessoas no mundo sofre de ansiedade e segundo estudo da Organização Mundial da Saúde.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra

Acorda Cidade

Considerada o mal do século 21 ao lado da depressão, a ansiedade é um estado permanente de angústia, agitação, medo e preocupação que desencadeia reações emocionais, comportamentais e psicossomáticas no indivíduo, mesmo quando não há motivo para isso. A ansiedade é a sua mente se preparando para congelar, sair correndo ou lutar contra o perigo, como fazíamos há milênios.

Uma em cada três pessoas no mundo sofre de ansiedade e segundo estudo da Organização Mundial da Saúde, o Brasil lidera o ranking mundial na prevalência de transtornos de ansiedade, mais comum em mulheres do que em homens, e os números só crescem. Cerca de 25% dos brasileiros são acometidos por algum nível de ansiedade e mais de 18 milhões sofrem de transtornos crônicos.

Neste estágio, ela afeta o humor e os sentimentos, impactando a qualidade de vida negativamente; gera apatia e desordens como fobias, ataques de pânico, transtorno obsessivo compulsivo; e pode levar à depressão.

A medicina ainda não chegou a um consenso sobre sua origem. Além do estresse e do estilo de vida da pessoa, acredita-se que desequilíbrios de neurotransmissores sejam responsáveis pelo seu desencadeamento.

Para Marisa Peer, hipnoterapeuta inglesa e criadora da Terapia de Transformação Rápida (RTT), “nossos sentimentos resultam das imagens que criamos e das palavras que dizemos para nós mesmos: “Fico ansioso antes de subir ao palco, quando vou ao dentista, quando entro em elevador”, por exemplo, e assim reforçamos o comportamento inconscientemente.

Para combater a ansiedade, tentamos controlar o comportamento, quando o correto é dominar o pensamento, porque tudo tem origem na nossa mente. O transtorno está vinculado ao medo de um trauma adquirido ou crença formada em situações na infância. Entre as crenças causadoras da ansiedade estão:

1. “Preciso ajudar, mas me sinto impotente”

2. “Não acho que estou preparado”

3. “Não sou bom o suficiente”

4. “Eu preciso ser igual àquela pessoa”

5. “Preciso ser perfeito para ser bom”

6. “O que as outras pessoas pensam ou querem de mim?”

“Procuro mostrar para o cliente que é dele o poder de gerar os sintomas físicos causados pela ansiedade, que quanto mais ele se concentra nesses sintomas, mais ele os intensifica. Ao perceber que ele tem a capacidade de criar tais manifestações, ele entende que também consegue desfazê-las. E ao se conectar com a raiz do problema originado na infância, o cliente se liberta”, conta Adriana Lage, terapeuta licenciada para aplicação da Terapia de Transformação Rápida (RTT) no Brasil.

Dois passos são essenciais para superar a ansiedade. O primeiro é descobrir quais situações e emoções no passado levaram a pessoa a adquirir a crença na infância. E, depois, mudar as palavras que ela diz para si mesma e as imagens que cria na sua mente. Adriana recomenda substituir a palavra “ansioso” por “empolgado, animado”, porque o sentimento de excitação é muito próximo ao da ansiedade, mas é um estado positivo.

No dia a dia, quando se sentir ansioso, pratique estes outros 9 hábitos:

1. Tudo começa com um pensamento e ele não é real. Se você imaginar que há um macaco cor de rosa sentado ao seu lado, ele poderá ser bem real na sua imaginação. Real é aquilo que você vê, toca, prova e sente. Seja bem claro com sua mente porque ela é altamente sugestionável.

2. Desafie o pensamento: Isso é real? Está acontecendo agora? Troque o “E se” pelo “O que é”. Olhe ao seu redor e aproprie-se da sua realidade. O antídoto da ansiedade não é pensamento positivo, é pensamento preciso.

3. Respire no padrão do quadrado. Inspire em 4 tempos, mantenha por mais 4, expire em 4 e mantenha por outros 4. Repita isso dez vezes. Assim, você relaxa o sistema nervoso e se acalma.

4. Exercite-se diariamente. Reserve na sua agenda pelo menos 30 minutos de atividade física diária, para liberar serotonina, endorfina, dopamina e oxitocina -, os hormônios bons.

5. Cante músicas alegres. A sua mente não consegue manter dois pensamentos conflitantes.

6. Distraia sua mente ocupando-se com outra tarefa.

7. Seja seu próprio coach. Converse consigo usando a terceira pessoa, por exemplo: “Fulano, você consegue, você se preparou bem, você está seguro”, etc.

8. Fuja de café e outras bebidas estimulantes porque eles ativam a ansiedade.

9. Observe seu estado emocional com regularidade. Conhecer-se e reconhecer quando a ansiedade começa a surgir.

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Psicodesafio usa tecnologia para ajudar no processo de emagrecimento
Variedades

Psicodesafio usa tecnologia para ajudar no processo de emagrecimento

São 30 dias com informações e psicodesafios que ajudam na perda de peso

Chega de desperdício! Confira 5 dicas para aproveitar melhor os alimentos
Variedades

Chega de desperdício! Confira 5 dicas para aproveitar melhor os alimentos

O ideal é que depois de aberto os biscoitos sejam aguardados em um local seco, ventilado e protegido do sol

5 dicas para encontrar passagens mais baratas na internet
Viagens

5 dicas para encontrar passagens mais baratas na internet

Para conseguir passagens mais atrativas, uma dica é limpar arquivos do navegador antes das buscas.

Vídeo

Carro desgovernado invade clínica em Feira de Santana Veja mais Vídeos ›

Podcast

Ouça o Programa desta Sexta-Feira 20.09 (Parte 01):
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram