Acorda Cidade - Dilton Coutinho

  • Cumprindo metas  GOV BA
  • Cumprindo metas  GOV BA
25 de Junho de 2019
Dólar: R$ 3,84 Euro: R$ 4,39
-17º -17º Feira de Santana
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Saúde

Todas as notícias
Publicado em 14/06/2019 16h34.

Um bem à saúde: doar sangue promove satisfação pessoal por fazer uma boa ação

A doação também colabora com a redução de certos tipos de câncer
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra

Acorda Cidade

Doar sangue faz bem! Sim, além de salvar vidas, o ato promove uma série de benefícios à saúde do doador, que vão desde a redução de risco de doenças cardíacas, alguns tipos de câncer e a satisfação em promover uma boa ação. Neste dia 14 de junho, quando é comemorado o Dia Mundial do Doador de Sangue, o médico do Hapvida, João Rodolfo, ressalta os benefícios dessa atitude, que já foi cercada de mitos e que hoje é um procedimento simples, seguro e indolor.

O especialista explica que existem estudos que comprovam que a doação de sangue reduz a viscosidade do sangue, permitindo assim, que os doadores sejam menos propensos a desenvolver doenças do coração. Sem falar que, segundo ele, o processo funciona como uma espécie de 'limpeza sanguínea'.

"O nosso sangue é produzido na medula e renovado a cada três, quatro meses. Nesse processo, de uma forma bem simbólica, é como se dentro desse período o sangue fosse para o lixo; a doação de sangue é pegar algo que é nosso, que leigamente vai para o lixo e ajudar pessoas. Um processo simples, seguro e indolor", afirma.

A doação também colabora com a redução de certos tipos de câncer. "Já houve a comprovação que a doação sanguínea promove a redução de alguns tipos de câncer pela redução de oxidativos. Com a doação há uma renovação das células, com isso, as células velhas são renovadas", ressalta João Rodolfo.

Outro benefício, conforme explicou o médico, é a possibilidade de fazer uma espécie de mini-check up, já que o doador precisa ser submetido a uma bateria de exames para identificação de possíveis doenças infecto-contagiosas, a exemplo de AIDS, Sífilis, Doença de Chagas, contato prévio com hepatite B e C e vírus HTLV, permitindo que o voluntário esteja mais atento à saúde.

"Sem falar na satisfação de promover o bem: o sentimento de poder ajudar de uma a quatro pessoas com uma única doação. Não existe outra forma de salvar a vida de quem precisa de doação se não for doando. Dessa forma, é possível ter uma satisfação, fortalecer a autoestima e ter a sensação de felicidade", destaca.

Junho Vermelho – João Rodolfo ainda aproveitou para lembrar que este mês é dedicado a campanha de doação de sangue, no movimento que foi denominado de Junho Vermelho. Ele elogiou a iniciativa e disse que no Nordeste a data é ainda mais importante por causa dos festejos juninos, que acabam levando a um aumento na quantidade de feridos, o que consequentemente, faz que mais pessoas precisem de sangue.

"Esclarecer a importância da doação é o principal caminho. É preciso levar informação clara e objetiva sobre a doação para combater as 'Fake News', que muitas vezes afastam os doadores. "Uma única doação de sangue é capaz de salvar quatro vidas. Além disso, para quem doa há benefício de poder ajudar quem não tem outra opção para saúde para seguir com a vida", reforça.
  

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Município supera meta de vacinação contra a gripe entre os idosos
Feira de Santana

Município supera meta de vacinação contra a gripe entre os idosos

Entretanto este resultado não foi alcançado junto aos demais grupos prioritários.

É São João: veja como equilibrar a alimentação neste período de festas juninas
Saúde

É São João: veja como equilibrar a alimentação neste período de festas juninas

As comidas tradicionais da época, apesar de deliciosas, são altamente calóricas.

Saiba como a alimentação interfere na saúde bucal
Saúde

Saiba como a alimentação interfere na saúde bucal

Ortodontista explica como alimentos influenciam na saúde oral.

Vídeo

Ferrugem pisa na mão de fã durante show na Bahia; veja vídeo Veja mais Vídeos ›

Podcast

Movimento do comércio no feriado de Corpus Christi agrada lojistas e consumidores
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram