Acorda Cidade - Dilton Coutinho

  • SECOM
20 de Setembro de 2019
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Saúde

Todas as notícias
Publicado em 13/06/2019 11h03.

Prefeitura recebe estudo sobre fertilidade em homens com doença falciforme

A pesquisa recepcionada pela Secretaria de Saúde é pioneira no Brasil.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Prefeitura recebe estudo sobre fertilidade em homens com doença falciforme
Foto: Secom

Acorda Cidade

O Centro de Referência Municipal a Pessoa com Doença Falciforme da Prefeitura, localizado no Centro Social Urbano (CSU), recebe estudo sobre fertilidade em homens portadores da doença. A pesquisa recepcionada pela Secretaria de Saúde é pioneira no Brasil.

O objetivo dessa avaliação é identificar se os homens com a doença possuem dificuldade para reproduzir. A pesquisa está na fase de coleta de dados e avalia homens a partir dos 18 anos de idade que são atendidos pelo Centro.

De acordo com a médica onco-hematologista e pesquisadora, Anna Paloma Ribeiro, existe um tabu de muitos anos sobre a fertilidade em pessoas com doença falciforme, onde são orientadas a não engravidar por conta dos riscos. “A literatura vem mostrando que temos que achar as respostas para essas questões, e a pesquisa pretende encontrar essas respostas”, afirma.

A pesquisa já foi aprovada pelo Conselho Nacional de Ética em Pesquisa. A partir dela serão realizados exames laboratoriais e espermograma para poder avaliar as condições dos pacientes sujeitos a avaliação.

“Serão analisados homens que já tiveram filhos e os que ainda não possuem. A pesquisa chama a atenção porque é inédito analisar o espermograma e também porque em todo mundo existem pesquisas com somente 33 portadores estudados, pretendemos dobrar esse quantitativo”, pontuou Anna Paloma Ribeiro.

O projeto avalia expandir, a depender dos resultados, a análise sobre fertilidade para mulheres com anemia falciforme.

Sobre o Centro de Referência

Atualmente o Centro de Referência Municipal a Pessoa com Doença Falciforme atende uma média de 430 pessoas e conta com uma equipe multidisciplinar integrada de perfil ambulatorial.

Para ser atendido, o paciente com o exame de diagnóstico para a doença deve se dirigir ao Centro que funciona de segunda a sexta das 7h às 19h. “As pessoas que possuem os sintomas parecidos para a doença, podem se dirigir ao Centro para realizar o exame que pode diagnosticar ou eliminar a suspeita”, pontuou a enfermeira e coordenadora do Centro, Luciana Brito.

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Hapvida lança pesquisa de satisfação para clientes
Saúde

Hapvida lança pesquisa de satisfação para clientes

A Gerente de Qualidade de Atendimento do Hapvida, Milena Siosaki, explica que a pesquisa se aplica aos atendim...

Secretária de Saúde já realizou visita técnica em 20 unidades
Feira de Santana

Secretária de Saúde já realizou visita técnica em 20 unidades

A iniciativa faz parte do levantamento promovido pela Prefeitura para proporcionar melhorias aos locais públi...

Ministério da Saúde registra 570 novos casos de sarampo no Brasil
Saúde

Ministério da Saúde registra 570 novos casos de sarampo no Brasil

Conforme os registros, há 17 estados na lista de transmissão ativa da doença.

Vídeo

Carro desgovernado invade clínica em Feira de Santana Veja mais Vídeos ›

Podcast

Ouça o Programa desta Sexta-Feira 20.09 (Parte 01):
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram