Acorda Cidade - Dilton Coutinho

  • Gov BA modelo de gestão
  • Gov BA modelo de gestão
20 de Agosto de 2019
Dólar: R$ 3,84 Euro: R$ 4,39
-17º -17º Feira de Santana
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Concursos

Todas as notícias
Publicado em 05/06/2019 10h02.

Guedes confirma que não haverá concursos federais nos próximos anos

Digitalização compensará perda de servidores, diz ministro da Economia.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Guedes confirma que não haverá concursos federais nos próximos anos
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Acorda Cidade

Agência Brasil - O ministro da Economia, Paulo Guedes, confirmou ontem (4) que o governo optou por não promover concursos públicos no Poder Executivo nos próximos anos. Segundo Guedes, cerca de 40% do funcionalismo federal atual deve aposentar-se em até cinco anos, o que possibilitará ao governo enxugar a máquina pública sem demitir.

“Nos últimos anos, houve excesso de contratações. Os salários subiram ferozmente”, declarou o ministro, que foi convocado pela Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados para debater os impactos econômicos e financeiros da aprovação da proposta de reforma da Previdência.

De acordo com Guedes, o governo pretende investir na digitalização de processos e na diminuição da burocracia para manter os serviços públicos com menos funcionários. “Nas nossas contas, 40% dos funcionários públicos devem se aposentar nos próximos cinco anos. Não precisa demitir. Basta desacelerar as entradas que esse excesso vai embora naturalmente. Vamos ficar sem contratar por um tempo e vamos informatizar”, disse.

O ministro destacou algumas medidas tomadas recentemente para desburocratizar os serviços públicos, como a simplificação da abertura de empresas. Guedes acrescentou que a metodologia será estendida a outros serviços, mas não deu mais detalhes.

O projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2020 não prevê a realização de concursos públicos. Neste mês, entrou em vigor a nova regra para os pedidos de concursos públicos no Poder Executivo. Os pedidos dos órgãos públicos para realização de concursos terão a análise centralizada no Ministério da Economia, que pretende conceder autorizações apenas em casos excepcionais

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Concursos

UFRB divulga edital de contratação de três professores substitutos para CCS e Cetec

O salário varia de acordo com a formação do profissional podendo ser de R$ R$ 2.236,32 a R$ R$ 3.522,21, pa...

Conselho Regional de Farmácia abre inscrições para concurso na Bahia; veja como participar
Concursos

Conselho Regional de Farmácia abre inscrições para concurso na Bahia; veja como participar

São 73 vagas para as cidades de Salvador, Irecê, Itabuna, Barreiras, Teixeira de Freitas e Paulo Afonso, em ...

UFRB contrata 5 professores substitutos para Campi Cruz das Almas e Cachoeira
Concursos

UFRB contrata 5 professores substitutos para Campi Cruz das Almas e Cachoeira

A taxa de inscrição para os interessados é de R$ 60,00 (sessenta reais).

Vídeo

Vídeo mostra suspeito de crime no bairro Tomba; polícia pede ajuda da população para localizá-lo Veja mais Vídeos ›

Podcast

Mudanças devido a interdição de prédio deixam o trânsito congestionado no centro de Feira de Santana
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram