Acorda Cidade - Dilton Coutinho

31 de Maio de 2020
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Saúde

Todas as notícias
Publicado em 15/05/2019 16h21.

Senado aprova fim de carência de planos de saúde para emergência

Medida ainda depende da Câmara dos Deputados.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Senado aprova fim de carência de planos de saúde para emergência
Foto: Arquivo/Agência Brasil

Acorda Cidade

Agência Brasil - Casos de urgência e emergência de beneficiários de planos de saúde podem ficar fora dos prazos de carência. A mudança está prevista no Projeto de Lei do Senado (PLS) 502/2017, aprovado na Comissão de Assuntos Sociais (CAS) nesta quarta-feira (15). A iniciativa, da senadora Rose de Freitas (Pode-ES), também reduz para 120 dias o período de carência nas internações hospitalares.

Hoje a legislação define prazo de carência de 24 horas, para atendimentos de urgência e emergência; 300 dias, para parto; e 180 dias, para cirurgias. Apesar dos argumentos das operadoras de que a fixação de períodos de carência proteja as operadoras contra eventuais abusos e fraudes do consumidor, Rose argumenta que essa regra não pode inviabilizar o atendimento de saúde em circunstâncias excepcionais e imprevisíveis, que exijam solução imediata.

O relator, senador Mecias de Jesus (PRB-RR), considerou injustificável o plano de saúde não cobrir um problema de saúde que surja nas primeiras 24 horas do contrato e exija pronta intervenção médica.

“Retirar esse direito do usuário consumidor seria colocar em risco sua vida ou incolumidade física. Evidentemente, não se trata de permitir fraudes ao plano de saúde, que, no momento da contratação, poderá verificar se o potencial consumidor está em situação de urgência ou emergência previamente constituída”, explicou.

Como foi aprovado em caráter terminativo, caso não haja recurso da decisão da CAS, o projeto seguirá direto para a Câmara dos Deputados.

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Dia Mundial sem Tabaco analisa relação do tabagismo com a covid-19
Saúde

Dia Mundial sem Tabaco analisa relação do tabagismo com a covid-19

Tabaco provoca morte de 8 milhões de pessoas por ano no mundo, diz OMS.

Senai Cimatec já recuperou 100 bombas de infusão de UTIs do Hospital Espanhol
Saúde

Senai Cimatec já recuperou 100 bombas de infusão de UTIs do Hospital Espanhol

As bombas de infusão do Hospital Espanhol estavam sem funcionamento desde 2014, quando a unidade hospitalar e...

Covid-19: Brasil tem quase 500 mil casos confirmados e 28.834 mortes
Saúde

Covid-19: Brasil tem quase 500 mil casos confirmados e 28.834 mortes

Segundo Ministério da Saúde, 200.892 pacientes estão recuperados.

Vídeo

Manifestantes protestam contra o fechamento do comércio em frente a Hospital de Campanha e pedem informações sobre obra Veja mais Vídeos ›

Facebook

Instagram