Acorda Cidade - Dilton Coutinho

  • SECOM
16 de Julho de 2019
Dólar: R$ 3,84 Euro: R$ 4,39
-17º -17º Feira de Santana
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Concursos

Todas as notícias
Publicado em 11/05/2019 11h45.

Secretaria da Educação do Estado convoca 147 professores indígenas

A lista dos convocados está disponível no Portal da Educação
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Secretaria da Educação do Estado convoca 147 professores indígenas
Foto: Claudionor Jr/SEC

Acorda Cidade

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia divulgou no Diário Oficial do Estado, de sexta-feira (10), a lista com a convocação de 147 professores indígenas, que participaram dos processos seletivos realizados em 2017 e 2019. Os professores serão contratados temporariamente, em caráter emergencial, pelo Regime Especial de Direito Administrativo (Reda). A lista dos convocados está disponível no Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br).

A seleção atende a uma reivindicação do movimento indígena e contribui para fortalecer a Educação Escolar Indígena que, conforme a Política Nacional de Educação Escolar Indígena, busca efetivar o direito dos povos indígenas a uma educação de qualidade, valorizando a pluralidade cultural e a identidade étnica. A Bahia tem 22 etnias e a rede estadual de ensino conta com 6.945 estudantes indígenas, em 27 escolas indígenas e 48 anexos.

Os convocados devem comparecer nas sedes dos Núcleos Territoriais de Educação aos quais estão vinculados os municípios para os quais foram aprovados. Os professores devem apresentar, no prazo de dez dias úteis, a partir desta sexta-feira (10), a original e fotocópia de documentos, como carteira de identidade, CPF e certidão de nascimento ou de casamento, se for o caso.

 

Acampamento indígena 

A Secretaria da Educação do Estado vem desenvolvendo uma série de ações para atender demandas educacionais específicas, como é o caso da Educação Escolar Indígena. O Estado foi o primeiro do país a realizar o concurso público, em 2014, respaldado em legislação específica: Lei Estadual nº 18.629/2010, por meio da qual institui-se a carreira do professor indígena no quadro do Magistério Público do Estado da Bahia. Em 2018, 89 professores aprovados no concurso receberam a certificação do Curso de Magistério Indígena, realizado durante três anos pela Secretaria da Educação do Estado como forma de investir e valorizar a carreira.

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Câmara aprova direito de mãe amamentar filho durante concurso público
Concursos

Câmara aprova direito de mãe amamentar filho durante concurso público

Para garantir o direito, mãe deve fazer solicitação prévia à banca

MP pede à Justiça que determine ao Município de Amélia Rodrigues a nomeação de aprovados em concurso
Concursos

MP pede à Justiça que determine ao Município de Amélia Rodrigues a nomeação de aprovados em concurso

Ação pede que se determine o encerramento de todos os contratos temporários que versem sobre funções seme...

Vídeo

Padre Marcelo Rossi sofre ataque durante a missa Veja mais Vídeos ›

Podcast

Quarta edição do Passeio Ciclístico da Paróquia Senhor do Bonfim é realizada neste domingo
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram