Acorda Cidade - Dilton Coutinho

  • SECOM G NEWS
  • SECOM BA METAS
22 de Maio de 2019
Dólar: R$ 3,84 Euro: R$ 4,39
-17º -17º Feira de Santana
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Variedades

Todas as notícias
Publicado em 10/05/2019 10h24.

Depressão entre adolescentes: uma realidade cada vez mais presente

De acordo com estimativas da ONU, pelo menos 30% da população mundial sofrerá algum caso de depressão durante vida
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Depressão entre adolescentes: uma realidade cada vez mais presente
Foto: Divulgação

Acorda Cidade

Para muitos, a tristeza não é passageira e se torna um estado permanente do ser, mesmo que por fora a realidade pareça outra coisa. A depressão tem tomado grandes proporções na atualidade, e entre adolescentes não tem sido diferente. A morte de Yasmim Gabrielle Amaral, conhecida nacionalmente por sua participação em um programa de calouros, trouxe um olhar de maior atenção para a doença.

De acordo com estimativas da Organização das Nações Unidas (ONU), pelo menos 30% da população mundial sofrerá algum caso de depressão durante vida, sendo que aproximadamente 50% dos adultos com a doença, relataram ter os primeiros sintomas antes dos 18 anos. A psicóloga do Sistema Hapvida, Marta Érica Souza, destaca a visão distorcida que muitos têm da doença.

“A popularidade do termo depressão e os inúmeros entendimentos, por vezes errôneo sobre o que realmente se trata, traz uma idealização de naturalização de uma doença mental grave o que leva ao não-tratamento ou ao tratamento supérfluo e ineficaz”, pontua.

Entre as atenções que devemos ter, Marta destaca a observação aos aspectos da fala, comportamento e possíveis esquivas das crianças e adolescentes, para compreender o momento certo de buscar apoio profissional. Outro ponto observado pela psicóloga é o exibicionismo no mundo digital. “É necessário intensificar o cuidado que pais, cuidadores, escolas e comunidade em geral devem ter e pensar criticamente na exposição das nossas crianças e adolescentes nas mídias sociais, sem minimamente prepará-los para a vida cotidiana e as frustrações”, frisa a especialista.

Atenção até pelo telefone

A prevenção pelo suicídio conta com colaboradores que atuam através do telefone. O CVV (Centro de Valorização da Vida) é uma organização sem fins lucrativos que dá apoio emocional a todas as pessoas que querem e precisam conversar. Os voluntários que atuam no CVV recebem treinamento adequado e não precisam ter formação em psicologia. Em todo o país, o número para o atendimento gratuito é 188.

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Cães e gatos também passam pela adolescência, explica especialista
Mundo Pet

Cães e gatos também passam pela adolescência, explica especialista

O médico veterinário Cleiton Rupolo, especialista da Nutrire – indústria de alimentos de alta performance ...

Culto de Adoradores será realizado em Feira de Santana
Feira de Santana

Culto de Adoradores será realizado em Feira de Santana

A partir das 19:30 na Igreja Fonte de Vida

Esteira ergométrica: saiba como utilizar corretamente o aparelho e obter melhores resultados
Variedades

Esteira ergométrica: saiba como utilizar corretamente o aparelho e obter melhores resultados

Muito apenas apertam os botões de qualquer jeito, sobem ou descem com o aparelho ligado e não sabem como uti...

Vídeo

Vídeo mostra Compadre Washington sendo agredido durante assalto em SP Veja mais Vídeos ›

Podcast

Motorista de aplicativo é investigado, após denúncia de abuso sexual e estupro em Feira de Santana
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram