Acorda Cidade - Dilton Coutinho

  •  Reserva Lumiere
  •  Reserva Lumiere
26 de Agosto de 2019
Dólar: R$ 3,84 Euro: R$ 4,39
-17º -17º Feira de Santana
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Mundo

Todas as notícias
Publicado em 04/05/2019 13h14.

Boeing 737 sai da pista e cai em rio na Flórida

Havia 143 pessoas a bordo, mas ninguém se feriu.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra

Acorda Cidade

Agência Brasil - Um avião comercial com 143 pessoas a bordo – 136 passageiros e sete tripulantes – saiu da pista na noite de sexta-feira (3) e caiu no rio Saint Johns, perto do aeroporto naval de Jacksonville, na Flórida, Estados Unidos, no momento em que iria aterrissar.

A aeronave, um Boeing 737-800, proveniente da Base Naval da Baía de Guantánamo, em Cuba, iria aterrissar quando saiu da pista e caiu nas águas do rio sem submergir, pois não havia muita profundidade, acrescentou o escritório do xerife local pelo Twitter.

O escritório tuitou que todas as 143 pessoas a bordo estavam "vivas e contabilizadas". Assim, 21 passageiros foram levados para um hospital local onde receberam tratamento para seus ferimentos, de caráter leve, segundo policiais locais.

"Quando estávamos aterrissando [...] o avião bateu, usou o freio, bateou mais e subiu para a direita e depois subiu para a esquerda", disse uma das passageiras, Cheryl Bormann, à CNN. "E então meio que desviou e depois chegou a uma parada completa."

O prefeito de Jacksonville, Lenny Curry, disse no Twitter que o presidente dos EUA, Donald Trump, lhe ofereceu ajuda. "Nenhuma morte relatada. Estamos todos juntos nisso", disse Curry.

O capitão Michael Connor, comandante da Base Naval de Jacksonville, disse que a bordo estavam civis e militares da Base Naval de Guantánamo, em Cuba.

"Acho que é um milagre", disse Connor. "Poderíamos estar falando sobre uma história diferente esta noite [...] muito bem poderia ser pior."

Ele disse que as equipes começaram a trabalhar para conter qualquer vazamento de combustível de avião nas águas do rio Saint Johns, depois de transportar passageiros com segurança para a costa.

A Boeing informou, em comunicado, que está fornecendo assistência técnica ao Conselho Nacional de Segurança no Transporte dos EUA, enquanto a agência realiza a sua investigação sobre as causas do acidente, que estão sendo investigadas.

*Com informações da Deutsche Welle (agência pública da Alemanha)

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Mundo

Rússia envia seu primeiro robô humanoide ao espaço

O robô FEDOR, também chamado Skybot F-850, tem 180 centímetros de altura e pesa 160 quilos.

'A Amazônia precisa ser protegida', diz secretário-geral da ONU
Mundo

'A Amazônia precisa ser protegida', diz secretário-geral da ONU

Nesta quinta-feira (22), Organização Meteorológica Mundial defendeu a utilização dos sistemas de monitora...

Mundo

Ataque em casamento deixa dezenas de mortos em Cabul

Foi o ataque mais violento deste ano na capital afegã.

Vídeo

Veja vídeo em 3D de como ficará o Centro de Educação, no prédio do FTC Veja mais Vídeos ›

Podcast

CDL realiza entrega dos prêmios da campanha Liquida Feira 2019
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram