Acorda Cidade - Dilton Coutinho

06 de Junho de 2020
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Variedades

Todas as notícias
Publicado em 30/04/2019 17h02.

Entenda como a destruição ao meio ambiente pode impactar sua vida

A degradação ambiental generalizada pode gerar graves consequências para a população mundial.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra

Acorda Cidade

A importância da preservação da natureza para manter a saúde do planeta e, claro, de todos que vivemos nele, é algo de amplo conhecimento entre governantes, empresas e de parte das pessoas. Mesmo assim, ainda são recorrentes ações como poluição do ar, do solo, da água e de rios, queimadas, emissão dos gases poluentes e desmatamentos.

Como consequência, presenciamos a extinção de espécies, o aumento da temperatura ambiente do planeta (aquecimento global ocasionado pelo efeito estufa), resultando no derretimento das geleiras e no aumento do nível do mar. Estes são apenas alguns exemplos.

A destruição e a transformação da natureza têm como causa um sistema econômico que não incentiva práticas sustentáveis, uma expansão acelerada da indústria que degrada o meio ambiente em detrimento do lucro, de uma cultura baseada em um consumo exacerbado e que produz um grande volume de lixo.

Com uma maior conscientização de parte dos consumidores, que estão mais informados e conectados, algumas empresas vêm se movimentando em direção de uma administração mais responsável ambientalmente, o que é muito positivo. No entanto, isso ainda é muito pouco perto do problema a ser enfrentado. Atividades sustentáveis poderiam ser muito mais comuns se houvesse mais vontade política em incentivar a preservação do planeta. Também falta interesse e informação por parte da população pouco envolvida com este tema.

No Brasil, as tragédias de Brumadinho e Mariana, por exemplo, deveriam servir como referência para as pessoas e os governantes aumentarem a atenção quanto a responsabilidade e às boas práticas por parte das empresas que visam sempre e diminuição de custos, podendo gerar danos imensuráveis para a saúde do meio ambiente.

Mudanças climáticas

De acordo com estudos científicos, nos últimos 100 anos, o aumento de gases na atmosfera ocasionou o aumento de 1 grau na temperatura da Terra e em algumas regiões foi registrado até 2 graus de aquecimento. Olhando assim, o aumento do efeito estufa pode parecer pequeno, mas já causa um dano considerável ao meio ambiente, resultando no derretimento das geleiras e no aumento dos níveis do mar.

Estamos caminhando para uma extinção parecida com a dos dinossauros

Muitas vezes podemos ter a impressão de que o discurso de preservação do meio ambiente é exagerado, mas para se ter uma ideia da dimensão do problema, Achim Steiner, diretor do programa para meio ambiente na Organização das Nações Unidas (ONU), afirmou que o homem está acabando com a vida na Terra. Segundo especialistas da área ambiental e autoridades, o mundo caminha para uma fase de extinção parecida com a dos dinossauros.

Esses pontos foram discutidos durante a décima edição da Conferência das Partes sobre Biodiversidade (COP-10). De acordo com os especialistas, a destruição da natureza afeta diretamente a sociedade e a economia. Para a ONU, a perda da biodiversidade custa anualmente ao mundo entre US$ 2 e 5 trilhões (R$ 3,2 trilhões e R$ 8 trilhões, respectivamente), afetando principalmente a camada mais pobre da população.

A chefe do programa de espécies da União Internacional para Conservação da Natureza, Jane Smart, teve um discurso um pouco mais otimista e afirmou que apesar do problema ser grande, atividades que promovem a conservação ambiental realmente têm funcionado. Isso revela que, aos poucos, a população está descobrindo o que fazer em direção de um planeta mais sustentável. Por outro lado, Jane disse que ainda há muito o que se fazer do ponto de vista de conservação, principalmente dos oceanos.

Destruição da natureza: principais causadores

Queimada e desmatamento – As queimadas e desmatamentos feitos para desocupar grandes áreas que serão utilizadas por empresas, principalmente no ramo agrícola, eliminam vidas existentes na região, destroem a biodiversidade, além de gerarem uma quantidade enorme de gases tóxicos. Somam-se também problemas de erosão e empobrecimento do solo, desertificação e desequilíbrio da cadeia alimentar.

Poluição – Dejetos muitas vezes contaminados, oriundos da indústria, podem ser levados por grandes chuvas até a rede hidrográfica mais próxima, prejudicando a sobrevivência de seres vivos e a manutenção da vida marinha, dificultando o tratamento da água.

Além disso, resíduos descartados pelas indústrias e pela população causam problemas como enchentes, chuva ácida, elevação da temperatura e extinção de espécies. A sujeira que polui rios e ar, ainda pode causar várias doenças.

As indústrias também são responsáveis pela emissão de gases poluentes na atmosfera, contaminando, além de águas, solos, reduzindo sua fertilidade, aumentando o risco de erosão e a perda de nutrientes.

A população mundial precisa pensar nas novas e futuras gerações e sobre qual é a importância em manter o planeta Terra limpo e saudável para eles. Para isso, medidas e alternativas sustentáveis necessitam ser praticadas desde já e isso só virá a partir de uma mudança concreta de conduta em relação ao nosso habitat.

Fonte: agência emarket
 

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Colaboradoras da UniFTC dividem o tempo entre trabalho home office e tarefas domésticas
Variedades

Colaboradoras da UniFTC dividem o tempo entre trabalho home office e tarefas domésticas

Para as colaboradoras da UniFTC de Feira de Santana não está sendo fácil o desafio de manter o resultado da...

Covid-19: mais de 60% estão estressados com o trabalho em casa
Variedades

Covid-19: mais de 60% estão estressados com o trabalho em casa

Pesquisa mostra que quase 68% fazem, ao menos, uma hora extra por dia

Dia das Mães: como presentear em meio à quarentena
Variedades

Dia das Mães: como presentear em meio à quarentena

Em 2020, a comemoração deverá ser diferente de anos anteriores.

Vídeo

Coletiva sobre ações da prefeitura para preservação do meio ambiente Veja mais Vídeos ›

Facebook

Instagram