Acorda Cidade - Dilton Coutinho

  • Governo Sefaz
26 de Março de 2019
Dólar: R$ 3,84 Euro: R$ 4,39
-17º -17º Feira de Santana
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Saúde

Todas as notícias
Publicado em 15/03/2019 06h41.

5 dicas de alimentação para manter os rins saudáveis

Para manter o bom funcionamento desses órgãos, uma alimentação adequada faz toda a diferença.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
5 dicas de alimentação para manter os rins saudáveis
Foto: Reprodução

Acorda Cidade

Os rins desempenham algumas funções vitais no corpo humano. Eles são responsáveis por filtrar o sangue e eliminar as toxinas pela urina, além de regularem a concentração de algumas substâncias como o sal e de equilibrarem a pressão sanguínea. E para manter o bom funcionamento desses órgãos, uma alimentação adequada faz toda a diferença.

"Diabetes e hipertensão arterial, também conhecida como pressão alta, são alguns dos responsáveis pelo desenvolvimento de doença renal crônica. Uma dieta saudável contribui, portanto, para a prevenção ou auxilia no tratamento dessas doenças, melhorando o funcionamento dos rins", explica João Egídio Romão Junior, um dos chefes de equipe da especialidade de Nefrologia da BP - A Beneficência Portuguesa de São Paulo.

O nefrologista dá algumas dicas para manter o bom funcionamento dos rins:

Beber cerca de 2 litros de água por dia. A cor da urina é um sinal para saber se está ingerindo a quantidade certa de água. Se estiver escura, beba mais água.

Consumir menos sal para evitar pressão alta. O aumento da pressão sanguínea afeta as veias e artérias, diminuindo a capacidade de filtração renal.

Reduzir o consumo de proteínas para diminuir a chance de formar pedras nos rins.

Incluir frutas cítricas na dieta porque elas impedem a formação de pedras nos rins.

Ingerir menos açúcar e gordura para não ter sobrepeso e desenvolver diabetes e hipertensão, doenças que podem desencadear problemas renais.

"Além de uma dieta saudável, é importante o acompanhamento com um especialista porque, muitas vezes, as doenças renais não apresentam sintomas e o diagnóstico precoce é fundamental para não comprometer o funcionamento dos rins", ressalta o nefrologista.

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Casos de dengue crescem 224% no Brasil com 229 mil pacientes este ano
Saúde

Casos de dengue crescem 224% no Brasil com 229 mil pacientes este ano

O número significa um aumento de 224% em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram contabiliza...

Parar de fumar e aumentar o consumo de água ajudam a prevenir o Câncer de Bexiga
Saúde

Parar de fumar e aumentar o consumo de água ajudam a prevenir o Câncer de Bexiga

Escolha do melhor tratamento depende do estágio da doença, da gravidade dos sintomas e da saúde geral do pa...

Outono pode aumentar em 43% as doenças respiratórias em crianças
Saúde

Outono pode aumentar em 43% as doenças respiratórias em crianças

Mas, afinal, o que é possível fazer para que as crianças fiquem mais protegidas contra os efeitos da mudan...

Vídeo

Feira: estudantes fazem manifestações contra calor e cobram melhorias na estrutura de escolas estaduais Veja mais Vídeos ›

Podcast

Definidas atrações locais da Micareta 2019
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram