Acorda Cidade - Dilton Coutinho

05 de Junho de 2020
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Entrevista

Todas as notícias
Publicado em 17/10/2018 11h30.

Outubro Rosa: especialista alerta para o diagnóstico precoce do câncer de mama

Durante todo mês a clínica IDM estará realizando ações para conscientizar as mulheres sobre o problema.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Outubro Rosa: especialista alerta para o diagnóstico precoce do câncer de mama
Foto: Milena Brandão/Acorda Cidade

Laiane Cruz

O Outubro Rosa é uma campanha mundial para prevenção do câncer de mama, que diagnosticado precocemente tem cura. Em entrevista ao Acorda Cidade, na manhã desta quarta-feira (17) a médica Larissa Andrade Lemos, que é radiologista e atua no Instituto Diagnóstico da Mulher (IDM), destacou a importância das mulheres realizarem seus exames anuais, para que o controle e a detecção da doença sejam feitos de modo precoce.

Ela informou ainda que durante todo mês o IDM estará realizando ações para conscientizar as mulheres sobre o problema.

Acorda Cidade - Qual é a importância do Outubro Rosa?

Larissa Andrade – O Outubro Rosa começou na década de 90 nos Estados Unidos, quando feministas e grupos de empresários começaram a especificar um mês do ano pra chamar a atenção, pois as mulheres na correria do dia a dia, às vezes, acabam esquecendo de fazer seus exames de rotina, e a mamografia que o principal exame de investigação do câncer de mama acaba sendo feito fora dos prazos. Por isso veio a ideia do Outubro Rosa, no sentido de dar ênfase, um alerta, para a mulher dar uma pausa e fazer seus exames de imagem, para a gente tentar diagnosticar o mais precocemente, porque a cada três casos de câncer de mama, um vai ter cura, quando diagnosticado precocemente. O Instituto Nacional do Câncer (Inca) estima 60 mil casos para 2018 no Brasil, então é uma doença de impacto, é o segundo tipo de câncer mais comum na população, depois do câncer de pele, e o câncer que mais mata mulheres.

Acorda Cidade - Qual a melhor maneira de prevenir o câncer de mama?

Larissa Andrade - Nós podemos começar com o autoexame. As mulheres têm que tentar entender a sua mama, o seu corpo. Existe uma assimetria, as mamas são diferentes, mas o hábito da mulher estar se tocando, com qualquer alteração ela deve procurar o especialista. As alterações podem ser nódulos, secreção pelo bico do peito, alteração na própria pele, que pode ganhar um aspecto de casca de laranja. Hoje a gente está tentando pegar cada vez mais lesões, minimamente, invasivas, e pra gente detectar essas lesões é com o exame de imagem. São lesões pequenas de 3 a 4 milímetros e no toque não é possível detectar.

Acorda Cidade – Além do autoexame, quais exames detectam o câncer de mama?

Larissa Andrade – A mamografia e o ultrassom. O que é preconizado de imagem para a população é a mamografia. O SUS acaba se baseando pela Organização Mundial de Saúde (OMS) em que se faz a mamografia a partir dos 50 anos até os 69 anos de idade. Agora a Sociedade Brasileira de Radiologia e a Sociedade Brasileira de Mastologia recomenda a partir dos 40 anos de idade. Mulheres mais novas, entre os 30 e os 40, nós indicamos o ultrassom, pois a mama da mulher jovem é densa e algumas alterações acabam não sendo visualizadas apenas com a mamografia.

Acorda Cidade - Qual a diferença entre nódulo maligno e benigno?

Larissa Andrade – Uma série de critérios na imagem dão indícios de que o nódulo pode ser maligno ou benigno, a exemplo do contorno, o aspecto dele, o tamanho, infiltração, mas para se confirmar se é maligno ou benigno só com a biópsia. Já o cisto é uma bolinha de líquido que gera preocupação, aparece na imagem e totalmente benigno. Com a própria variação hormonal ele acaba aparecendo nas mulheres. Só cistos grandes é que, às vezes, indicamos a punção, mas a maioria dos cânceres de mama acontece ou por calcificações ou por nódulos.

Acorda Cidade – Para detectar o câncer de mama é preciso se especializar nessa área ou qualquer radiologista pode detectar a doença?

Larissa Andrade – Alguns profissionais médicos fazem uma pós-graduação em ultrassom e só trabalham com isso. O radiologista trabalha com todos os métodos de imagem.

Acorda Cidade – Existe a possibilidade de câncer de mama em homens?

Larissa Andrade – 1% da população masculina pode ter câncer de mama. Pode aparecer nódulo ou retração na mama. Qualquer anormalidade deve-se procurar o especialista.

Acorda Cidade - Quem já teve casos na família deve fazer o rastreamento com que frequência?

Larissa Andrade – Quando há um histórico familiar positivo, com parentes de primeiro grau, como mãe, irmã, essas pacientes têm que ter um acompanhamento mais diferenciado. Nós indicamos para essas pacientes a ultrassonografia de seis em seis meses e a mamografia a partir dos 35 anos.

Acorda Cidade - Quais hábitos e comportamentos diminuem as chances de câncer de mama?

Larissa Andrade – O câncer de mama está muito associado com o sedentarismo, ingestão de bebida alcoólica, e principalmente a alimentação rica em lipídios. É preciso ter vigilância com o peso.

Acorda Cidade – Qual a importância da amamentação na prevenção do câncer de mama?

Larissa Andrade - As mulheres que amamentam previnem o câncer de mama. Já o que é risco: as meninas que estão menstruando cada vez mais cedo, antes dos 12 anos, e a menopausa tardia são fatores de risco. As mulheres que engravidam depois do 30 anos também é um fator de risco. Então são vários fatores: ambientais, comportamentais e genéticos. 

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Dayane Pimentel diz que Bolsonaro mente e engana a população na frente das câmeras
Política

Dayane Pimentel diz que Bolsonaro mente e engana a população na frente das câmeras

Pimentel disse que o presidente mudou muito de 2019 para cá.

Superintendente da Caixa em Feira tira dúvidas e destaca que não é necessário se dirigir as agências
Auxílio emergencial

Superintendente da Caixa em Feira tira dúvidas e destaca que não é necessário se dirigir as agências

Ele esclareceu algumas dúvidas sobre o auxílio emergencial.

Médica reumatologista tira dúvidas sobre os perigos do coronavírus para quem tem baixa imunidade
Saúde

Médica reumatologista tira dúvidas sobre os perigos do coronavírus para quem tem baixa imunidade

Para esclarecer se essas pessoas precisam realmente de cuidados a mais e tirar outras dúvidas sobre o assunto...

Vídeo

Coletiva sobre ações da prefeitura para preservação do meio ambiente Veja mais Vídeos ›

Facebook

Instagram