Acorda Cidade - Dilton Coutinho

08 de Dezembro de 2019
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Bahia

Todas as notícias
Publicado em 24/05/2018 17h27.

Avicultura sofre impactos com a greve dos caminhoneiros: vai faltar milho e aves podem morrer

Plantel em São Gonçalo, devido a greve, deverá deixar de produzir 500 a 600 toneladas de frango.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Avicultura sofre impactos com a greve dos caminhoneiros: vai faltar milho e aves podem morrer
Foto: Associação Baiana de Avicultura

Rachel Pinto

A greve dos caminhoneiros, que chegou ao quarto dia, está impactando vários setores do comércio e da economia. Em Feira de Santana faltam combustíveis em alguns postos, o Centro de Abastecimento e supermercados sentem o reflexo da falta de mercadorias, assim como o setor de avicultura já está em alerta para os possíveis prejuízos.

Patrícia Nascimento, diretora executiva da Associação Baiana de Avicultura, disse que nesta sexta-feira (25) faltará milho para alimentação das aves nos plantéis da região. Segundo ela, o milho e o sorgo, que são a base da alimentação das aves, não estão chegando aos criadouros devido a greve e com o pouco estoque de alimentos, a tendência é que os animais morram.

Ela pontuou que a Associação Baiana de Avicultura está mantendo contato com a Associação Brasileira de Proteína Animal e buscando amparo de todas as associações de outros estados para juntas tentarem tomar providências e diminuir os impactos da greve.

“Foi instalado um comitê de crise em São Paulo e os representantes estão inclusive conversando com senadores, deputados e com o próprio gabinete da presidência para tentar resolver essa situação. Temos associados que até se sexta-feira não devem ter mais milho. O desabastecimento é eminente, como o possível aumento do valor dos produtos, assim como tem acontecido com frutas e legumes”, relatou.

Patrícia acrescentou que entre Feira de Santana e Santo Antônio de Jesus existem cinco frigoríficos que são responsáveis por 50% da produção avícola do estado. Nesta sexta-feira o plantel da Seara, do município de São Gonçalo devido a greve deverá deixar de produzir 500 a 600 toneladas de frango. “Os funcionários infelizmente terão que ficar em casa”, comentou.

A diretora executiva salientou que os prejuízos do setor são incalculáveis e que a Associação Baiana de Avicultura apoia o movimento dos caminhoneiros, mas está preocupada com o processo produtivo. Ela frisou que a categoria e o setor estão inteligados.

Com informações do repórter Paulo José do Acorda Cidade.

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Bahia

Previdência estadual dá ultima chamada para beneficiários que não se recadastraram em 2019

Grupo tem até 10 de janeiro para atualizar dados funcionais e assegurar o recebimento dos seus proventos.

Governo do Estado e IBGE alinham estratégia para o Censo 2020
Bahia

Governo do Estado e IBGE alinham estratégia para o Censo 2020

De acordo com o chefe do IBGE na Bahia, Arthur Ferreira Filho, a pesquisa vai a campo nos 4,5 milhões de domi...

Sindicombustíveis defende autosserviço: 'Temos que avançar como no resto do mundo'
Bahia

Sindicombustíveis defende autosserviço: 'Temos que avançar como no resto do mundo'

Atualmente tramita no Senado Federal o Projeto de Lei 2302/19, que revoga o PL 9.956/00 e permite que os próp...

Vídeo

Carro invade restaurante na Rua São Domingos Veja mais Vídeos ›

Podcast

Ouça o Programa desta sexta-feira 06.12:
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram