Acorda Cidade | Dilton Coutinho | Portal de notícias de Feira de Santana - Bahia

19º 27º Feira de Santana
24 de maio de 2018

Notícias

Esportes

Empregos

Lazer

Especial

Todas as notícias Feira de Santana

Órgãos de trânsito visitam trechos do Anel de Contorno e discutem intervenções

16/05/2018 15h30
Os pontos visitados foram o cruzamento do restaurante Los Pampas, bairro Santo Antônio dos Prazeres, Campo Limpo, região da Artêmia Pires, Mangabeira, Sobradinho, Morada das Árvores e a região da Cerb.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Órgãos de trânsito visitam trechos do Anel de Contorno e discutem intervenções
Foto: Paulo José / Acorda Cidade

Daniela Cardoso

Representantes da Superintendência Municipal de Trânsito (SMT), do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), do Detran e da Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizaram uma visita a oito pontos do Anel de Contorno em Feira de Santana, na manhã desta quarta-feira (16), com o objetivo de verificar os problemas e pensar soluções.

Os pontos visitados foram o cruzamento do restaurante Los Pampas, bairro Santo Antônio dos Prazeres, Campo Limpo, região da Artêmia Pires, Mangabeira, Sobradinho, Morada das Árvores e a região da Cerb.

O superintendente municipal de trânsito, Maurício Carvalho, informou que essa visita é um desdobramento de uma reunião que ocorreu no dia 10 de maio na sede do Denit, envolvendo os mesmos órgãos. Segundo ele, o objetivo é traçar um diagnóstico nos pontos de conflitos, que ligam os segmentos de fora e dentro do Anel de Contorno.

“Feira de Santana é o maior entroncamento rodoviário do interior do Norte e Nordeste do Brasil, cortado por cinco rodovias. Como se não bastasse isso, temos, na verdade, mais moradores fora do Anel de Contorno que dentro, só que necessariamente eles precisam se deslocar de dentro pra fora do Anel ou vice-versa. Sabemos que é preciso duplicar o Anel de Contorno e essa é uma luta que deve ser de todos nós. Enquanto isso não acontece, estamos nesse trabalho compartilhado para buscarmos soluções atenuantes para melhorar a segurança e a fluidez do tráfego”, afirmou.

Dentre os pontos mais críticos, o superintendente ressaltou como exemplo a situação na entrada e saída do bairro Santo Antonio dos Prazeres, no cruzamento no bairro Morada das Árvores e também a região da Cerb.

Ele falou sobre a importância de reunir diversos órgãos para tratar dos problemas, já que a SMT não pode, por iniciativa própria, fazer determinadas intervenções, pois alguns trechos são de responsabilidade do Dnit e da Polícia Rodoviária Federal.

Segundo Mauricio Carvalho, no dia 30 deste mês, dentro da campanha Maio Amarelo, será realizado um seminário onde serão apresentadas as soluções fruto do diagnóstico realizado hoje e também os prazos de execução das intervenções para melhorias. Ele informou que a ViaBahia também deve participar desse seminário.

O coordenador da 3ª Ciretran, Silvio Dias, também acompanhou a visita e destacou como um dos pontos críticos, o trecho próximo ao cemitério São Jorge. Segundo ele, no local há um problema crônico e destacou que é preciso ver a questão da engenharia para que a mudança aplicada ajude a melhorar os problemas no local.

“Estamos aqui buscando soluções para o Anel de Contorno e essa união é importante para melhorar os problemas relacionados a acidentes e congestionamentos. Estamos verificando os problemas, apontando soluções, algumas imediatas, outras a médio e longo prazo”, disse.

O chefe de serviço do Dnit, Ricardo Martins, também falou sobre a importância da interação entre órgãos, já que o Anel de Contorno está inserido no trânsito urbano do município. Ele afirmou que é necessário dialogar para trocar ideias e buscar soluções alternativas para melhorar a gestão de trânsito.

Duplicação

Ricardo Martins informou ainda que a alça do Anel de Contorno 116-sul , que vai do entroncamento do bairro Cidade Nova até a Pousada da Feira, está inserido no projeto de duplicação do Anel de Contorno de Santa Barbara até Feira de Santana e já está com projeto aprovado e com empresa contratada. Segundo ele, para o início da ordem de serviço das obras, falta apenas a liberação dos recursos.

“Acredito que a duplicação da 116 ainda sai no segundo semestre de 2018. A previsão para o Anel de Contorno, talvez seja 2019, pois temos muitos problemas de desapropriação e temos que deixar tudo certo para a obra não ter interferências”, disse o chefe de serviço do Dnit.

Ele explicou que a duplicação vem de Santa Barbara e na altura do bairro Novo Horizonte terá vias laterais até a Pousada da Feira. Da Pousada da Feira até a Uefs, também terão vias laterais. Deste modo, não existirá mais cruzamentos. De acordo com Ricardo Martins, os cruzamentos vão ser feitos através dos viadutos que estão previstos no projeto.

Sobre o trecho do viaduto Portal do Sertão, próximo ao Cajueiro, o chefe de serviço do Dnit disse que será outra etapa, onde já existe um anteprojeto em Brasília, que ainda vai virar projeto para depois ser licitado por uma empresa.

Com informações do repórter Paulo José do Acorda Cidade

É muito importante a sua participação. Envie para nós a sua sugestão de correção.



É muito importante a sua participação. Em breve entraremos em contato.



Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.

Veja também



PodCast

Prefeito e presidente da Câmara avaliam concurso realizado neste domingo (20)

mais podcast ›

Videos

Contra aumento da gasolina, vereador comparece a sessão montado a cavalo