Acorda Cidade | Dilton Coutinho | Portal de notícias de Feira de Santana - Bahia

18º 31º Feira de Santana
19 de abril de 2018

Notícias

Esportes

Empregos

Lazer

Especial

Todas as notícias Saúde

Dia Mundial da Voz: médicos orientam sobre vilões e os cuidados necessários

16/04/2018 10h34
Para evitar grande parte dos problemas que acometem a laringe e as cordas vocais, é importante hidrata-las.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Dia Mundial da Voz: médicos orientam sobre vilões e os cuidados necessários
Foto: Orisa Gomes/Acorda Cidade

Milena Brandão

Hoje, 16 de abril, é o Dia Mundial da Voz. Em mais de 70 países são realizadas ações para conscientização e cuidado com a voz. Em Feira de Santana, a programação acontece até o dia 20, no Shopping Boulevard e na Clínica MultiClin, com fonoaudiólogos e otorrinolaringologistas.

Nesta segunda-feira (16) serão realizadas atividades de esclarecimento educacional no Shopping Boulevard, com stands e demonstrações. Entre terça e sexta-feira, pacientes com rouquidão terão atendimento na MultiClin (na Rua Barão do Cotejipe – Centro, próximo à Clínica Otorrinos) onde será realizada a videolaringoscopia, um exame que permite o diagnóstico precoce de lesões iniciais nas pregas vocais.

A otorrinolaringologia e a fonoaudiologia caminham em conjunto

Em entrevista ao programa Acorda Cidade, o otorrinolaringologista, especialista em voz, Paulo Perazzo e a fonoaudióloga Anaildes Queiroz explicaram como funciona esse trabalho. “Antes de passar pelo fonoaudiólogo, é essencial conhecer a laringe do paciente. Então ele passa primeiro pelo otorrino, faz uma avaliação anatômica para ver se tem alguma alteração e o otorrino encaminha para a fonoterapia”, explica Anaildes Queiroz.

Problemas na voz

Dos inimigos da voz, o cigarro, alteração do tom da voz (gritos) e o gelo estão entre os primeiros. “O cigarro é o maior inimigo da voz, destrói todo o epitélio, as células. Além do grande risco câncer de laringe”, completa Dr. Paulo Perazzo.

O pigarro é uma queixa comum dos pacientes. De acordo com Paulo Perazzo, o pigarro é o muco que fica entre as cordas vocais e o ato de pigarrear é como “bater uma corda vocal contra outra”, bastante prejudicial às cordas, inclusive. “Vibrar a língua ou os lábios é a melhor solução porque suaviza as cordas vocais”, sugere a fonoaudióloga Anaildes Queiroz.

Rouquidão, cansaço na fala, fala rápida ou devagar e voz sem projeção também são reclamações de pacientes. Nesse caso, a orientação é procurar um profissional.

Santo remédio

Para evitar grande parte dos problemas que acometem a laringe e as cordas vocais, é importante hidrata-las. Nesse caso, o maior aliado da voz é a água. Responsável pela hidratação, a água estimula a produção de muco fluido (saliva) que lubrifica as cordas vocais. 

É muito importante a sua participação. Envie para nós a sua sugestão de correção.



É muito importante a sua participação. Em breve entraremos em contato.



Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.

Veja também



PodCast

Bebê de 1 ano e três meses morre com H1N1 em Feira de Santana

mais podcast ›

Videos

A Micareta Elétrica