Acorda Cidade - Dilton Coutinho

19 de Setembro de 2021
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Micareta

Todas as notícias
Publicado em 13/04/2018 10h08.

Uso de drones na Micareta de Feira deve obedecer legislação

O soldado da Polícia Militar Joilson Miranda, que é operador de RPA, esclareceu, em entrevista ao Acorda Cidade, que existe uma legislação específica para o uso de drones.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Uso de drones na Micareta de Feira deve obedecer legislação
Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

Laiane Cruz

É cada vez mais comum o uso de aeronaves remotamente pilotadas (RPA), mais conhecidas como drones, em festas, caminhadas e grandes eventos de Feira de Santana, a exemplo da Micareta. No entanto, pilotar o aparelho exige alguns critérios e documentação específica expedida pelos órgãos fiscalizadores desse tipo de atividade, que pode ser profissional, mas também recreativa.

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

O soldado da Polícia Militar Joilson Miranda, que é operador de RPA, esclareceu, em entrevista ao Acorda Cidade, que existe uma legislação específica para o uso de drones, não apenas em Feira como em todo o Brasil. Ele destaca que as pessoas ou empresas que desejam utilizar o equipamento durante a Micareta de Feira devem obedecer às seguintes regras:

“O usuário tem que atender a algumas especificações, como a certificação da Anatel, onde o drone tem que ser homologado; depois dessa documentação, ele tem que registrar o seu aparelho no Sistema de Aeronaves Não Tripuladas (Sisant), e a aeronave e o piloto no Sarpas (Solicitação de Acesso de Aeronaves Remotamente Pilotadas), para ele pedir autorização para fazer as suas operações. No caso de uso recreativo, ele não precisa pagar o seguro contra terceiros, mas se for operar de forma profissional deve pagar o Reta (Responsabilidade Civil do Explorador ou Transportador Aéreo), além de fazer a avaliação de risco”, explicou Miranda, acrescentando que o piloto deve possuir também o manual do aparelho.

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

Ele destacou que em Feira de Santana tem muitos drones, mas não pode afirmar que todos estão regularizados.

“Além da documentação em dia, a pessoa que quer sobrevoar com um drone tem que pedir a autorização ao Departamento de Controle do Espaço Aéreo, que fará uma operação em determinado local, a uma certa altura e determinado raio, e estar informando essa operação, até porque a nossa cidade possui um aeroporto e tem tráfego aéreo aqui, e temos que tornar o espaço aéreo o mais seguro possível”, destacou em entrevista ao Acorda Cidade.

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

O soldado Joilson Miranda alertou ainda que não é permitido o drone sobrevoar pessoas em festas, caminhadas e outros eventos realizados na cidade. O aparelho precisa estar a uma distância de 30 metros das pessoas e dos prédios.

“A pessoa que opera dessa forma está cometendo uma contravenção penal, pelo artigo 33 da Lei de Contravenções Penais. A Polícia Militar pode sobrevoar, mesmo assim ela não faz, porque a aeronave ainda não é tida como segura, tem muitas falhas, e sendo assim a gente não é autorizado. As pessoas querem usar o drone como uma grua, mas não se pode esse tipo de manobra”, ressaltou.

Treinamento

Conforme Joilson Miranda, para operar um drone, o piloto precisa ter destreza ao manusear o aparelho, além de conhecimento técnico para observar a questão do clima, antenas e outras barreiras físicas, que possam causar acidentes.

“Hoje nós temos um programa, o Corpas do Graer (Curso de Operador de RPAS), que forma condutores de drones e temos alunos da Polícia Federal, Corpo de Bombeiros de vários estados, como Rio de Janeiro, São Paulo, do Exército, Aeronáutica. É algo inovador que as forças de segurança estão usando e está contribuindo bastante,” concluiu.

Com informações do repórter Ed Santos do Acorda Cidade.

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Eleita rainha da Micareta em 1949, Dona Belza completa 91 anos e relembra histórias da festa
Feira de Santana

Eleita rainha da Micareta em 1949, Dona Belza completa 91 anos e relembra histórias da festa

Ela tinha 19 anos quando disputou o concurso e venceu.

Dois anos sem Micareta: organizadores relembram momentos e contam os prejuízos sem a realização da festa
Feira de Santana

Dois anos sem Micareta: organizadores relembram momentos e contam os prejuízos sem a realização da festa

No dia 13 de março do ano passado, que o evento precisou ser adiado por tempo indeterminado, em virtude do ri...

Foliões reclamam de pagamento de ingresso para camarote, mesmo com cancelamento da Micareta
Micareta

Foliões reclamam de pagamento de ingresso para camarote, mesmo com cancelamento da Micareta

Com a pandemia do coronavírus, a festa, que seria realizada em abril, não aconteceu, mas os ingressos foram ...

Vídeo

Folheteiro e cordelista, Jurivaldo Alves reforça o papel da literatura de cordel para a história Feira de Santana Veja mais Vídeos ›

Ouça Agora

Programa desta sexta-feira 17.09:
Mais áudios ›

Facebook

Instagram