Acorda Cidade - Dilton Coutinho

04 de Junho de 2020
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Feira de Santana

Todas as notícias
Publicado em 22/12/2016 08h56.

Prefeito de Feira de Santana tem contas aprovadas com ressalvas

O prefeito, no entanto, terá que pagar multa de R$4 mil pelas falhas apontadas no relatório técnico da administração.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Prefeito de Feira de Santana tem contas aprovadas com ressalvas
Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

Acorda Cidade

O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) aprovou com ressalvas as contas do prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo de Carvalho, referentes ao exercício de 2015. O prefeito, no entanto, terá que pagar multa de R$4 mil pelas falhas apontadas no relatório técnico da administração.

A relatoria determinou ainda a realização de auditoria em contratos que somam R$80,4 milhões, celebrados com cooperativas para a terceirização dos serviços de saúde, para que seja verificada a efetiva prestação dos serviços contratados e compatibilidade dos preços praticados.

O balanço orçamentário registrou uma receita arrecadada no montante de R$957.231.735,53, correspondendo a 85,96% do valor previsto no orçamento, e uma despesa executada na ordem de R$964.000.023,75, resultando em déficit de R$6.768.288,22, o que evidencia um desequilíbrio nas contas públicas.

Todas as obrigações constitucionais foram cumpridas. O investimento na manutenção e desenvolvimento do ensino representou 27,53% da receita. Na remuneração dos profissionais do magistério foram aplicados 91,61% dos recursos do Fundeb, superando o limite mínimo de 60%. Nas ações e serviços público de saúde o investimento também superou o índice mínimo exigido de 15%, vez que foram aplicados 25,15% dos impostos e transferências.

O relatório técnico registrou a ocorrência de fragmentação de despesas para evitar processo licitatório; a contratação de pessoal sem concurso público; realização de despesas em valor superior ao estabelecido em um contrato e aditivo; e o não encaminhamento de processo de inexigibilidade de licitação, no valor de R$5.724.402,76. Cabe recurso da decisão.

Com informaçoes do TCM. 

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Licitação internacional para iluminação pública de Feira está marcada para o dia 14 de agosto
Feira de Santana

Licitação internacional para iluminação pública de Feira está marcada para o dia 14 de agosto

A concessão inclui o desenvolvimento, modernização, expansão, eficientização energética, operação e m...

Homem desabafa sobre situação de família com 11 infectados com covid-19
Feira de Santana

Homem desabafa sobre situação de família com 11 infectados com covid-19

Ele relatou ao Acorda Cidade que encontrou muita dificuldade para ter assistência da Secretaria Municipal de ...

Testes rápidos: pesquisa sobre coronavírus será retomada a partir desta quinta-feira (4) em Feira de Santana
Ministério da Saúde

Testes rápidos: pesquisa sobre coronavírus será retomada a partir desta quinta-feira (4) em Feira de Santana

Serão 250 pessoas testadas por meio do teste rápido no município, realizado por pesquisadores do Ibope.

Vídeo

Manifestantes protestam contra o fechamento do comércio em frente a Hospital de Campanha e pedem informações sobre obra Veja mais Vídeos ›

Facebook

Instagram