Acorda Cidade - Dilton Coutinho

19 de Outubro de 2021
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Feira de Santana

Todas as notícias
Publicado em 05/03/2016 15h19.

Crianças autistas participam de manhã interativa com os pais no HEC

A equipe multiprofissional, composta por nutricionista, terapeuta ocupacional, neuropediatra, pediatra, enfermeiro e fonoaudiólogo, realizou atividades lúdicas e educativas.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Crianças autistas participam de manhã interativa com os pais no HEC
Foto: Ed Santos / Acorda Cidade

Andrea Trindade

Cerca de 30 crianças com autismo e seus pais participaram na manhã deste sábado (5) de um encontro no Hospital Estadual da Criança (HEC).

Denominado “Manhã interativa” o encontro foi realizado pelo grupo multiprofissional do programa Rotary Saúde Móvel Novo Mundo, numa parceria entre a Liga Álvaro Bahia Contra a Mortalidade Infantil, que administra o HEC, e o Rotary Club International.

A equipe multiprofissional, composta por nutricionista, terapeuta ocupacional, neuropediatra, pediatra, enfermeiro e fonoaudiólogo, realizou atividades lúdicas e educativas. De acordo com a gerente operacional do HEC, Lívia Macedo, quanto mais interação com os pais melhor é a evolução do autista.

“A gente vê a importância da interação entre a mãe e a criança e quanto mais conhecimento ela tiver menos complicações a criança terá. A gente vê o valor de ter um momento em que possamos não ensinar, porque essas mães já acompanham seus filhos no dia-a-dia e já conhecem muito bem os filhos delas, mas de passar a parte profissional da relação entre eles”, disse.

Rosângela Veiga é mãe de Artur. Ele tem cinco anos e foi diagnosticado com autismo há cerca de dois anos e meio. De acordo com a mãe, ele teve uma boa evolução com a rotina repleta de atividades. Hoje ele vai ao banheiro sozinho e também já sabe comer sem a ajuda da mãe.

“Ele tem uma rotina de fazer terapia ocupacional, hidroterapia, fonoaudiologia e equoterapia e vemos muito avanços nele. É claro que o autista tem uma dificuldade no aprendizado que é um pouco mais lento, mas ele já aprendeu bastante coisa. Ele não é verbal, mas conseguimos nos comunicar com ele através de gestos. Ele já sabe até ir ao banheiro sozinho e comer sozinho”, comemorou a mãe.

Rosângela disse que o tratamento ajuda a proporcionar uma vida mais comum ao autista e que os pais percebem o transtorno em pequenos comportamentos das crianças, mas alertou que a certeza do diagnóstico só é obtida através de uma avaliação médica especializada.

“Como mãe e falando de maneira leiga eu comecei a perceber o autismo pela ausência da fala, que é uma característica que já foi ate excluída, mas existe algumas outras maneiras de perceber, que é esta falta de comunicaçãocom outra criança, às vezes tem uma certa vontade de ficar olhando muito tempo para um ventilador ou lâmpadas. São em pequenas coisas que se percebe, mas o ideal é realmente levar ao neurologista para avaliar a criança”, informou.

Fotos e informações do repórter Ed Santos do Acorda Cidade
 

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Manifestação contra fiscalização por videomonitoramento será realizada em Feira de Santana
Feira de Santana

Manifestação contra fiscalização por videomonitoramento será realizada em Feira de Santana

Pedro Cícero também relatou que um grupo de WhatsApp foi criado para impulsionar a manifestação, e pediu o...

Projeto oferece pigmentação gratuita do seio a mulheres que tiveram câncer de mama em Feira de Santana
Outubro Rosa

Projeto oferece pigmentação gratuita do seio a mulheres que tiveram câncer de mama em Feira de Santana

O tatuador Daniel Fernandes é o responsável pelo Projeto Rosas.

Feirenses utilizam últimas parcelas do auxílio emergencial para comprar gás e completar despesas básicas
Feira de Santana

Feirenses utilizam últimas parcelas do auxílio emergencial para comprar gás e completar despesas básicas

Com o saque de hoje, está concluída a fase de retirada da sexta parcela do auxílio emergencial.

Vídeo

Princípio de incêndio atinge distribuidora de produtos automotivos na Rua Cristóvão Barreto Veja mais Vídeos ›

Ouça Agora

Programa desta segunda-feira 18.10:
Mais áudios ›

Facebook

Instagram