Acorda Cidade - Dilton Coutinho

  • SECOM
  • SECOM
23 de Fevereiro de 2020
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Feira de Santana

Todas as notícias
Publicado em 19/11/2015 18h29.

Equipe do Inema identifica pontos de poluição e ocupação irregular em áreas ambientais

De acordo com Messias Gonzaga, o maior índice de poluição do rio está exatamente no município de Riachão de Jacuípe. Ele afirma que diversos fatores, como matadouro e pocilgas, provocaram essa poluição.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Equipe do Inema identifica pontos de poluição e ocupação irregular em áreas ambientais
Foto: Inema

Daniela Cardoso e Ney Silva

Uma equipe de técnicos do escritório regional do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) realizou uma operação através de georreferenciamento em trechos de rios e matas de municípios da micro e macrorregião de Feira de Santana. A equipe utilizou um helicóptero e encontrou muitas irregularidades. O coordenador do Inema, Messias Gonzaga, explica como esse trabalho foi realizado.

“O primeiro destino, saindo do aeroporto de Feira, era o município de Riachão do Jacuípe. Fomos em um voo direto observando vários pontos. Passamos por cima da Serra de Maria Quitéria, passamos pela Serra das Agulhas, que é o pico mais alto de Feira, e finalmente chegamos a Riachão do Jacuípe. O objetivo era que o voo de volta passasse pelo leito do Rio Jacuípe para verificarmos o nível de poluição, de agressões ao segundo rio mais importante, que oferece o maior manancial de águas para a barragem de Pedra do Cavalo”, afirmou.

De acordo com Messias Gonzaga, o maior índice de poluição do rio está exatamente no município de Riachão de Jacuípe. Ele afirma que diversos fatores, como matadouro e pocilgas, provocaram essa poluição.

“Observamos que nesse percurso não existe cerca de 3% de mata ciliar. Observamos vários barramentos do rio, então tem partes que o rio já está completamente seco. Tudo isso foi documentado e fotografado para depois, por terra, a equipe fazer o trabalho de fiscalização”, ressaltou.

Ainda de acordo com o coordenador do Inema, foram observadas e documentadas várias construções irregulares, quando a aeronave sobrevoou a Ponte do Rio Jacuípe de Feira de Santana até Cabaceiras do Paraguaçu.

“Tem casas até com um ponto para parada de aviões de pequeno porte. Isso tudo foi feito de forma irregular, então são várias agressões nesse trecho”, afirmou.

Ao sobrevoar a região da Serra de Amargosa até Santa Inês, de acordo com Messias Gonzaga, foram observadas diversas queimadas e intervenções agressivas contra o meio ambiente.

“Durante a tarde voamos com a mesma equipe para o município de Santa Inês e Cravolândia. Lá temos três biomas importantes. Encontramos uma desertificação total dessa região. É preciso ter muito cuidado. Na região de Feira de Santana só vimos três áreas de caatinga”, afirmou. 

Fotos: Inema

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Núcleo de manicures quer realizar congresso em Feira de Santana
Feira de Santana

Núcleo de manicures quer realizar congresso em Feira de Santana

Com mais de 3 mil manicures formalizadas em Feira de Santana, o núcleo da cidade foi premiado a nível nacion...

Confira o que abre e fecha em Feira de Santana neste Carnaval
Feira de Santana

Confira o que abre e fecha em Feira de Santana neste Carnaval

As lojas do comércio estarão fechadas, mas os supermercados funcionam na segunda e terça de Carnaval.

Prefeitura recolhe veículos abandonados em vias públicas
Feira de Santana

Prefeitura recolhe veículos abandonados em vias públicas

Os donos ainda podem recuperar os veículos, pagando as multas e taxas devidas, de acordo com a lei.

Vídeo

Funcionários terceirizados do Fórum Filinto Bastos paralisam as atividades Veja mais Vídeos ›

Podcast

Ouça o Programa desta sexta-feira 21.02:
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram