Acorda Cidade - Dilton Coutinho

19 de Outubro de 2021
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Feira de Santana

Todas as notícias
Publicado em 10/02/2014 17h37.

Atriz feirense fala sobre seu trabalho na novela 'Em Família' e sobre projetos futuros

Jéssica vive a personagem Neidinha, melhor amiga da protagonista na segunda fase da novela, Helena, que é interpretada pela atriz Bruna Marquezine.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Atriz feirense fala sobre seu trabalho na novela 'Em Família' e sobre projetos futuros
Ed Santos/Acorda Cidade | Atriz Jéssica Barbosa
Daniela Cardoso 
 
Com menos de uma semana de volta à Bahia, a atriz feirense Jéssica Barbosa, 28 anos, vive a satisfação e a felicidade de ter seu trabalho reconhecido na terra natal. Após papéis em teatro, participações em novelas da Globo e de sua estreia no cinema, no filme Besouro, chegou a vez de ela brilhar em seu primeiro papel de destaque, na novela Em Família das 21h da Rede Globo.
 
“Pra mim foi muito emocionante chegar à Bahia e poder assistir à novela com minha família. No domingo (9) eu dei uma circulada por Feira de Santana e recebi o carinho das pessoas da minha cidade. Pude rever meus amigos, que mesmo se eu não tivesse na novela teriam me recebido com o mesmo carinho”, afirmou em entrevista ao programa Acorda Cidade, na manhã desta segunda-feira (10). 
 
Jéssica vive a personagem Neidinha, melhor amiga da protagonista na segunda fase da novela, Helena, que é interpretada pela atriz Bruna Marquezine. Um dos destaques do trabalho dela na novela Em Família será uma cena de estupro, que deve ir ao ar nesta semana, quando termina a segunda fase da novela e também a participação de Jéssica no folhetim.
 
“Essa cena, especificamente, é importante para o meu trabalho, enquanto atriz, pois é uma responsabilidade muito grande. Eu filmei em uma van com outros três atores. Foram umas duas horas ininterruptas fazendo esta cena. No outro dia fiquei quebrada com as pernas roxas. É uma cena física e eu como atriz me doei”, disse. 
 
A cena foi inspirada em um fato real, em que uma turista americana foi estuprada por três homens dentro de uma van no Rio de Janeiro. Jéssica ressaltou a importância de debater o assunto no horário nobre. 
 
“Enquanto mulheres, estamos sujeitas à violência mais do que imaginamos. Os números são alarmantes. Esse fato que aconteceu no Rio me deixou abalada na época, porque foi na cidade em que eu moro e pelo modo como tudo aconteceu. Eles assaltaram a van, pegaram dois turistas jovens em um ponto de ônibus e três homens estupraram a mulher por 8 horas. Isso já não é uma questão social, é psicopatia, loucura. Não tem justificativa”, afirmou. 
 
O convite 
 
Jaime Monjardim e Manuel Carlos viram o trabalho da atriz Jéssica Barbosa no filme Besouro e a convidaram para participar da novela. Jéssica conta que foi uma grande surpresa e que a ficha só caiu no dia em que estava se arrumando para a festa de lançamento da novela. 
 
“Eu estava tocando minha vida e meus projetos normalmente e de repente meu telefone tocou para uma reunião com o Jaime. Ele disse que viu o filme e me convidou para a novela. O Jaime me falou que seria uma grande responsabilidade, devido à cena do estupro e também por ser uma personagem importante para a trama, já que ela é a melhor amiga da protagonista. Deu um frio na barriga”, contou.  
 
A atriz ressalta que esse papel é muito significativo, mas com pés no chão, ela afirma que ainda não se considera famosa e que está batalhando pelo seu espaço. “Essa oportunidade de fazer uma novela das 21h com o Manuel Carlos está sendo muito significativa, mas ainda estou conquistando cada etapa”.
 
Jéssica lembra que apesar de ser seu primeiro papel de destaque em novelas, ela já tem uma longa trajetória, que foi iniciada ainda no teatro em Salvador. “Muitas pessoas acham que para ser atriz tem que trabalhar na televisão. Mas não é assim, porque o mercado é grande. Existem atores que trabalham em teatro, cinema. A novela dá uma projeção maior, pois todos vêem o trabalho. É como se fosse uma confirmação. Mas eu não penso assim. Muitas atrizes que estão fazendo o primeiro papel de televisão na novela Em Família vêm do teatro e já estão há longo tempo na profissão”.  
 
O início
 
Jéssica saiu de Feira de Santana aos 16 anos, quando se mudou para Salvador. Aos 19, foi para São Paulo, onde começou a fazer trabalhos como modelo e depois foi para o Rio de Janeiro, onde iniciou o trabalho de atriz. “Fui para o Rio porque casei com um carioca, o Pedro Samorais, que é músico”.  
 
A atriz afirma que desde o início da carreira sonhou em estrear no cinema e conta que o filme Besouro foi um grande presente. “Tinha esse grande desejo e aconteceu. Fui fazer um curso em São Paulo com Fátima Toledo e disse que era baiana. Daí surgiu a oportunidade para fazer o filme Besouro. Foi um presente, porque apesar de ser uma produção paulista, foi rodado em terras baianas”. 
 
Futuro 
 
Sobre o futuro, Jéssica disse que algumas propostas para novos trabalhos estão surgindo, mas que ela está fincando seus projetos pessoais. Segundo a atriz, esse é o momento de trabalhar com os temas que são importantes para ela. 
 
“Uma coisa que eu aprendi nesses 10 anos de trabalho, é que temos que continuar estudando, fazendo os contatos e buscando espaço no mercado de trabalho, mas eu não tenho uma expectativa que esse trabalho vai mudar a minha vida. Eu estou aqui agora e amanhã eu não sei. Não sei o que vai acontecer quando eu chegar ao Rio de Janeiro, mas estou muito tranquila. Vou cuidar dos meus projetos pessoais e ver as propostas que vão acontecer”, afirmou. 

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Lavrador encontra recém-nascido no quintal de casa no distrito de Humildes em Feira de Santana
Zona rural

Lavrador encontra recém-nascido no quintal de casa no distrito de Humildes em Feira de Santana

Lavrador disse que ouviu um choro quando cortava capim no quintal.

Clubes dos comerciários têm público abaixo do esperado no dia da categoria
Dia do Comerciário

Clubes dos comerciários têm público abaixo do esperado no dia da categoria

No clube do Sesc, a expectativa era que um público de mil pessoas comparecesse ao local, conforme permite o d...

Feira de Santana apresenta temperaturas elevadas e poucas ocorrências de chuvas em outubro
Muito Calor

Feira de Santana apresenta temperaturas elevadas e poucas ocorrências de chuvas em outubro

Neste mês, no município, as máximas previstas devem ficar em torno dos 32°C.

Vídeo

Princípio de incêndio atinge distribuidora de produtos automotivos na Rua Cristóvão Barreto Veja mais Vídeos ›

Ouça Agora

Programa desta segunda-feira 18.10:
Mais áudios ›

Facebook

Instagram